sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Representantes de Aurora participam de encontro promovido pela ASP-Cariri

A Associação dos Prefeitos da microrregião 20 do Cariri Oriental – Asp-20, (Asp/Cariri) com sede na cidade de Brejo Santo realizou na manhã da última sexta-feira(22) um importante encontro com vários secretários de Esporte e Cultura, da região; dos municípios filiados àquela entidade municipalista.
O encontro contou com a presença do professor Demóstenes Dantas, verdadeiro expert na formulação e consultoria técnica de projetos; com vistas à captação de recursos públicos juntos aos órgãos federal e estadual.
Na pauta, a apresentação de uma série de programas governamentais voltados para o esporte, a cultura, a educação e outras áreas da administração pública. O professor Demóstenes é também especialista na prática do xadrez educativo; esporte em que já fora inclusive campeão sul-americano em sua categoria.
Dentre muitas, a principal proposta do encontro foi discutir o soerguimento da entidade no sentido de uma parceria efetiva com os municípios que a integra na perspectiva da viabilização de futuros projetos que possam carrear recursos financeiros e parceiros para o desenvolvimento dos municípios ligados a Asp-Cariri. O coordenador da entidade professor Marcos Eliano também se fez presente ao encontro.
Além do município de Aurora que esteve representada pelo secretário de Cultura e Esporte José Cícero e o assessor da Seculte Cícero Cosme, estiveram também presentes os representantes dos municípios de Barro, Missão Velha, Jati, Porteiras e Penaforte.
Na próxima semana o professor Demóstenes Dantas estará visitando os municípios de Aurora, Missão Velha e Abaiara no sentido de acompanhar de perto o que já existe em andamento nas áreas esportivas e culturais. Ocasião em que, acompanhado dos secretários fará conversações com os prefeitos Adailton Macedo e Washington Fechine – Aurora e Missão Velha, respectivamente.
Cumpre destacar que o prefeito Adailton Macedo é um dos integrantes da atual diretoria da referida associação de prefeitos do Cariri Oriental.
Na próxima semana também visitará Aurora, uma equipe da Secretaria de Cultura do Estado, capitaneada pela Srª Norma Paula.
Da Redação: Blog d’Aurora e do JC.
Confira mais em:
www.jcaaurora.blogspot.com
www.aurora.ce.gov.br
www.blogdaaurorajc.blogspot.com

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Município de Aurora já se prepara para o II Aurora Folia, edição 2010





O ano de 2010 será marcado por dois grandes eventos em Aurora: a 2ª edição do Aurora Folia e a 1ª grande Copa de Futsal( adulto, juvenil. Feminino e veterano), segundo informa o secretário da Seculte José Cícero.
Estamos ultimando a conclusão dos serviços de reforma da quadra Poliesportiva, agora com a pintura completa do piso e desenhos das paredes e fachadas. A quadra precisa se transformar num local agradável, onde a juventude e os nossos futebolistas de um modo geral possam se sentir bem para a prática esportiva saudável, explicou o secretário. O esporte. Além de um instrumento de inclusão, terá que ser praticado como um ato agradável, de interação social e de lazer educacional voltado para toda a comunidade.
E diríamos que este entendimento é compartilhado também pelo gestor municipal Adailton Macêdo que vem fazendo de tudo para ajudar, resgatar e incentivar o esporte aurorense nas suas mais diferentes modalidades. Razão pela qual também estão sendo esperadas para breve a construção das arquibancadas e a colocação do gramado do estádio, assim como uma série de reforma que se fazem necessárias.
Tão logo seja concluída a pintura do piso da quadra, estaremos realizando a solenidade de lançamento da Copa de Futsal – que agora na sua 1ª edição homenageará aquele que certamente foi um dos pioneiros do futsal de Aurora e, que inclusive, despontou na sua época como um grande atleta no final dos anos 70 e começo de 80, chegando a jogar nas seleções de Futsal de Crato, Juazeiro e do Cariri. Trata-se do ex-atleta filho da terra, hoje bancário do BB, José Vicente Arruda( Zé Vicente).
Preparativos para o Aurora Folia edição 2010:
Quanto à questão do Carnaval 2010 (o Aurora Folia), também já estamos finalizando a programação, notadamente no que se refere as atrações(bandas) que se apresentarão em Aurora, tanto na avenida, quanto na ABA durante o Vesperal das Crianças(carnaval da saudade) que no ano passado também foi um sucesso.
Cerca de 8 blocos carnavalescos já se inscreveram junto ao Núcleo de Cultura e Turismo da Seculte. As inscrições se expirarão nesta sexta-feira, dia 22 de janeiro, quando a partir de então, a equipe responsável analisará todos os inscritos no que tange aos critérios iniciais. Na próxima semana a íntegra do regulamento do AuroraFolia 2010, bem como do concurso de bloco estará disponível no blog da Seculte e no site da Prefeitura.
“Não tenho dúvida que este ano, assim como em 2009, faremos um dos melhores carnavais da nossa história, mesmo compreendendo o momento de crise financeira que ainda se abate por sobre os municípios brasileiros, sobretudo os pequenos”, acentuou o chefe da Seculte. “Porém o nosso prefeito Adailton Macedo, está fazendo de tudo para que tenhamos uma festa à altura dos anseios do nosso povo. O lazer e o entretenimento saudável e cultural também compõem um item importante das chamadas prioridades sociais”, finalizou.
Todos os aurorenses e adjacências já estão sendo convidados a tomar parte desta que é consagrada como uma das mais importantes festas populares de todo o Brasil – o Carnaval.
Este ano, iremos aprimorar o desfile de blocos na sua passagem pelas principais ruas e avenidas da nossa cidade, principalmente agora que a gestão municipal já começou a executar as obras de asfaltamento do centro da cidade, isso com certeza facilitará a vida dos nossos foliões durante a festa, disse o secretário.
Segurança, organização e comodidade para a população foliã, estas são apenas algumas das principais prioridades elencadas pela gestão municipal para o Aurora Folia deste ano.
Assim que o prefeito Adailton Macêdo retornar da sua viagem à Brasília a Seculte estará divulgando oficialmente os nomes das bandas que este ano animarão a folia de carnaval, tanto na avenida quando no clube.
Blocos que já efetuaram suas inscrições junto a Seculte-Aurora:
1- Tchê, Tchê, Tchê
2- H-Lera
3- Pankdão
4- Trutas Folia
5- Lé lé da cuca
6- Auropirados
7- Rebolation
8- Titanic folia.
Leia mais em:

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Seculte-Aurora - Um Ano de intensas e Producentes Realizações




Prestando Contas: Dito e Feito! Nossa Cultura, Turismo e Esporte em boas mãos!
C
ompletamos um ano de trabalho a frente da Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto(Seculte) com a imensa e prazerosa convicção do dever cumprido. Felizes e recompensados naquilo que mais apraz a alma e o espírito humano: o absoluto reconhecimento da comunidade e dos nossos pares, diante de todo o trabalho exitoso como resultado de uma luta árdua e abnegada que juntos abraçamos por todo o ano que se passou.
Igualmente recompensados por saber que, direta ou indiretamente, muitos outros companheiros e companheiras foram partícipes também desta empreitada sócio-cultural e esportiva em que por doze meses ininterruptos procuramos travar sempre o bom combate em favor daquilo que acreditamos ser o melhor para a municipalidade aurorense. Temos portanto, a consciência dos justos, em compreender que muito ainda há por fazer, visto que na nossa área como em várias outras, tivemos necessariamente que começar praticamente do zero. Sabemos das dificuldades que ainda haveremos de enfrentar, bem como dos horizontes da luta que ora se apresentam à nossa frente. Porém a coragem e a vontade de vencer fazendo sempre o melhor nos impulsionam a abraçar com unhas e dentes esta causa que nos fora confiada.
Acreditamos que muito ainda faremos, sobretudo pela coragem, ousadia, competência e a força de vontade da nossa equipe. Depois, por termos comprovado na prática cotidiana toda a disposição, o interesse e a decisão política do prefeito Adailton Macedo em construir de uma vez por todas, as bases fundamentais para o desenvolvimento de uma política efetiva de governo voltada para a Cultura, o Esporte, bem como para outras importantes áreas da gestão pública que dirige. E não serão ações, episódicas e eventuais como foram no passado; razão pela qual tivemos que assumir; aquilo que os petistas o chamam de “herança maldita”, no nosso caso, a ausência dos alicerces necessários para quase tudo que idealizamos no nosso projeto e planos de ações outras. Por isso, reafirmo: tivemos sim que começar do zero a partir da construção das bases para a edificação das nossas propostas.
O sucesso do nosso trabalho, assim como da gestão municipal como um todo por incrível que pareça vem incomodando uma diminuta parcela dos que não conseguem ver a gestão pública com outros olhos, que não os da politicagem barata e rasteira que muito destoa da visão moderna e empreendedora que temos em relação ao processo desenvolvimentista que Aurora há muito necessita para sua devida inserção no panteon da modernidade e do progresso. Dois aspectos determinantes para a consecução de realidade de melhorias sociais e bem-estar para a sociedade. Com o nosso pioneirismo haveremos de fazer durante este mandado, uma verdadeira revolução no fazer cultural e esportivo, assim como nos mais diversos setores da esfera social.
As várias obras e ações que já foram ou que vêm sendo construídas dão bem o sinal de que a administração “o povo construindo o novo” será recordista já nos seus primeiros anos. As pesquisas de opinião comprovam esta nossa assertiva.
Contudo, não vamos retroceder um milímetro sequer, naquilo que coletivamente almejamos para o município. A falta de compromisso, o ódio, a revanche doentia e tampouco os interesses particulares de uns poucos não podem comprometer o interesse social que devem estar muito acima, além de qualquer picuinha, ou propositura que não sejam do estrito interesse da população.
Indicativos como estes, dão bem o norte da nossa missão à frente da Seculte e nos anima muito mais a prosseguir lutando em favor de uma Aurora cultural. Assim como de um Esporte de rendimento como um instrumento cotidiano de inclusão social. Estamos desse modo, convictos que fizemos/faremos o melhor pelo Esporte, pela Cultura e o Turismo da terrinha do senhor menino Deus. Os avanços foram consideráveis, malgrado o momento de crise e o curto espaço de tempo. Aqueles que fizeram tão pouco pelo esporte e pela cultura em dois mandatos, infelizmente, não se conformam com o nosso êxito. Mas não vamos parar, posto que o nosso compromisso é como o melhor para a comunidade aurorense.
Diante de tudo isso, lançamos aqui o desafio do comparativo entre o antes e o depois. Mesmo com apenas um ano, fizemos muito, muito mais que eles em oito anos, dado o enorme leque de nossas iniciativas, bem como a importância e o pioneirismo estratégico das nossas obras e iniciativas. Temos consciência de que também erramos, porém os possíveis equívocos que tivemos são coisas naturais(inerentes ao processo) e, nos serviram como objetos de aprendizagem e ensinamentos
Assim é que acreditamos que a partir de agora, poderemos fazer muito mais e melhor, visto que tudo na vida é um grande exercício, cuja práxis nos ensina a sempre quere aprender mais e mais.
Quem acaso perdeu a imensa oportunidade de fazer e não o fez, não tem sequer o moral de nos criticar de maneira injusta, sobretudo de modo cabotino e deselegante. Porque o nosso interesse é o social. Nossa função é servir e servir bem toda a municipalidade no fazer cultural, no esporte e no turismo, assim como noutras áreas da administração pública. Os fatos falam mais do que um milhão de palavras.
Sem mais delonga, vejamos um pouco do que já realizamos nestes 12 meses de administração do prefeito Adailton Macedo e Antonio Landim numa comparação direta com os que eles não fizeram em 96 meses, ou seja, 8 anos de gestão.
Quem já imaginou um governo institucionalizado sem uma sede governamental. Pois é: quando assumimos a Secretaria de Cultura só existia no papel. O núcleo de Esporte era quem detinha apenas o status de secretaria ficcional.
Então o novo gestor tão logo assumiu o seu mandato adquiriu por compra um dos mais importantes patrimônios históricos de Aurora com a finalidade de abrigar a sede da Cultura e do esporte. Ainda por cima foi feita uma reforma completa no prédio no sentido da sua revitalização. Cultura também como se ver é preservação. Hoje o prédio da Casa da Reffesa encontra-se totalmente revitalizado e equipado internamente com vários departamentos. Além de informatizado, comprovando assim toda a valorização cultural e esportiva como uma das prioridades da gestão atual.
Realizamos o AuroraFolia, o maior e mais organizado carnaval que o município já vivenciou com mais de 17 bandas, inclusive com atrações baianas. Incluindo a folia de clube( vesperal da criança) com bandas regionais destinados aos foliões mirins. Ainda o desfile de blocos com uma premiação e bônus de ajuda jamais vista. Evento que ao lado da Festa do Município, da Copa Aurora e do Festal Junino se transformaram nos mais grandiosos, prestigiados e organizados acontecimentos socioculturais da história de Aurora, assim como do Cariri Oriental.
Recentemente a Prefeitura acabou de adquirir o casarão do Cel. Xavier – um verdadeiro marco da história aurorense. Confira na sequência outras iniciativas que já empreendemos:
Algumas das principais atividades realizadas pela a SECULTE durante o ano de 2009.
Importantes Ações na área do esporte:
1- Copa Aurora de Futebol Amador – Leço Quezado.
2- Campeonato Juvenil de futebol – 2ª divisão – Luiz Simião.
3- Programa Esporte Cidadania – com a criação de duas escolinhas de futebol infanto-juvenil atendendo pouco mais de 200 crianças divididas em dois pólos: Araçá e Aurora Velha.
4- Projeto Segundo Tempo renovado atendendo cerca de 200 crianças.
4- Torneio de Voleibol e futebol de areia(infanto-juvenil).
6- Atletismo: Corrida ecológica e Corrida da emancipação
7- Circuito municipal de ciclismo
8- Torneio de Travinha no campinho da estação.
9- Torneio de 1º de maior(com várias competições esportivas em diversas modalidades: Futsal, Campo e atletismo).
10- Solenidade de Lançamento do Projeto Segundo Tempo.
11- Sessão de lançamento da Copa Aurora e do campeonato juvenil segunda divisão.
12- Formação da seleção de futebol máster com atletas da seculte e convidados.
13 – Peneirão de futebol para o Atlético de Cajazeiras com as presenças de dirigente e do ex-goleiro Jorge Pinheiro.
14- Torneio de Futebol feminino no distrito de Ingazeiras(Gov. Itinerante)
15- Encontro com desportistas para a apresentação do projeto esportivo( e copa Aurora) nos distritos.
16- Encontro com os atletas mirins do PST encerramento das atividades do ano (recesso na estação ferroviária)
17- Composição do quadro de arbitragem.
18- Encontro com os atletas da Copa Aurora do campeonato da 2ª divisão juvenil para discussão sobre o Peneirão de Futebol.
19- Encontro com dirigente e atletas para a apresentação do Projeto Esportivo e Copa Aurora – Salão paroquial.
20- Diversas partidas de confraternização e exibição com equipes másteres de outras localidades.
21- Formação de uma equipe de monitores para o desenvolvimento do Voleibol, Handebol e basquete, bem como para cuidar do futebol feminino(campo e futsal) dentro das escolinhas e do PST.
22- Doação de várias bolas de futebol às equipes locais, sobretudo da zona rural.
23- Pré-seleção de 20 atletas mirins de Aurora para o programa Bolsa Esporte.
24- Mapeamento de todos os campos de futebol amador do município (sede e zona rural).
25 – Levantamento de todos os atletas, dirigentes esportivos e agremiações existentes no município.
26 – Jogo de exibição com a presença da seleção de ex-jogadores do Icasa e Guarany e seleção máster da Seculte com a presença do ex-craque do Vasco da Gama Naza.
27 – Recepção ao ídolo do Flamengo Ronaldo Angelim no sítio Lagoa do Machado.
28 – Reforma e pintura do Estádio Municipal e da quadra Poliesportiva do Araçá.
29 – Recuperação das traves da quadra do CSU e apoio sistemático ao desenvolvimento do futebol feminino(Futsal e campo).
30 – Fornecimento de material esportivo de boa qualidade(Topper, Pênalty, Stadium, Madrid e Kappa ) para o desenvolvimento diários de atividades esportivas nas quadras e campos da sede, distritos e zona rural).
31 – Realização do torneio de Futsal masculino de janeiro no distrito de Ingazeiras.
32- Realização do Dia do Desafio contra a inatividade em parceria com o Sesc/Cariri.
33 – Treinamento teórico para a equipe de arbitragem da Seculte.
34- Formação da equipe disciplinar para acompanhar a atuação dos árbitros durante as competições oficiais.
35 – Sistematização do Plano Municipal de esporte e Lazer.
36- Preparação inicial com vistas a realização da 1ª conferência Municipal de Esporte.
37- Elaboração do Projeto Sócioesportivo para o município.
38- Elaboração do Calendário Esportivo anual para o município.
39- Criação da comenda: Atleta do ano/2010.
40- Diversas partidas envolvendo as seleções dos atletas infanto-juvenis das escolinhas de futebol e do PST(Araçá e Aurora Velha).
Nunca o município de Aurora fez tanto pelo esporte, sobretudo nos investimentos em materiais esportivos e na promoção de grandes eventos.
41- Pré-inscrição de atletas juvenis de Aurora no programa Bolsa Atleta.
42- Encontros mensais de avaliação e planejamento da Seculte com os seus monitores esportivos.
43 – Atividades periódicas de caráter lúdico-pedagógico com os atletas mirins do Programa Segundo Tempo(PST).
44 – Liberação dos árbitros da Seculte para atividades de outras instituições locais, bem como para as partidas e “rachas” diários das quadras: Poliesportiva e CSU, bem como para os treinos diários nos campos de futebol, etc.
45 – abertura e melhoramento do campo de jogo do estádio municipal para as finais da Copa Aurora, jogos da comunidade e treinos públicos do segmento esportivo local.
46- Limpeza e Organização das atividades diárias das quadras do CSU e Poliesportiva.
Algumas ações importantes nas áreas da Cultura e do Turismo:
1- Aurora Folia. (Carnaval de rua, concurso de Blocos) e Vesperal das crianças(ABA).
2-Corpus Cristhus (Ornamentação da Avenida Antonio Ricardo).
3-Festal Junino(Festival Municipal de Quadrilhas Juninas)
4-Festac(Festival Municipal de Teatro)
5-Conferência Municipal de Cultura.
6-Apresentações culturais na vinda do Ministro da Previdência Social, José Pimentel.
7-Festa do Município 2009.
8-Apresentações culturais nas comitivas de Ingazeiras e Santa Vitória.
9-Aquisição do antigo casarão da Refesa.
10-Restauração da Estação Ferroviária.
11-Inauguração da nova estátua do Padre Cícero, teatro de rua e Banda Cabaçal.
12-Festival de Violeiros.
13-Restauração da Quadra Poliesportiva.
14-Instalação do Barracão da Cultura(artesanato e escultura) durante a festa do município e outros eventos importantes.
15-Torneio da colação(Ingazeiras).
16-Encenação do Presépio vivo de natal.
17-Instalação, inauguração e ampliação da biblioteca Pública.
18-Apoio à passagem do Rally dos Sertões por Aurora.
19-Instalação da sala de exposição na sede da Seculte.
20-Instalação do ateliê do pintor Arnaldo de Ingazeiras.
21-Criação do Selo Postal e do Brasão oficial do município.
22-Aquisição do acervo bibliográfico(1.177 livros) para a Biblioteca.
23-Aquisição por compra do antigo Casarão do Cel. Xavier (Cnec).
24-Participação no lançamento do Seminário Cariri Cangaço (Crato-Ce).
25-Instalação da sala de exposição “Olhares Aurorenses” de arte e cultura (sede da Seculte).
26-Exposição permanente/itinerante Dil André de Miniaturas de carros antigos.
27-Mapeamento cultura de artistas e artesãos aurorenses.
28-Participação de quatro artistas aurorenses no programa estadual Tesouro Vivo da Cultura cearense(mestres de Cultura) para a aquisição de uma bolsa vitalícia.
29-Inventários dos pontos turísticos de Aurora.
30-Apoio na apresentação dos talentos da terra durante a grande Festa dos 126 anos de Aurora.
31-Levantalmentos iniciais para o tombamento e melhorias na Necrópoles (cemitério) da Bailarina (Sítio Carro Quebrado), Casarão da Seculte e do Cel. Xavier e a Massalina do rio Salgado.
32-Inscrição junto a Secult-CE do Projeto do AuroraFolia 2010.
33-Estudos e Levantamentos técnicos com representantes da Secult-CE na Estação Ferroviária, Casarão do Cel Xavier, Estação de Ingazeiras, Casarão da Refesa, Capelinha da Mártir Francisca e dos restos arqueológicos(alicerces) da antiga Capela de São Benedito na Aurora Velha do Preto Bendito.
34-Criação do blog Seculte-Aurora para a divulgação das notícias, eventos e outros informes da Seculte, com também da arte e literatura aurorense.
35-Criação do ateliê do artesão Dil André( na dese da Seculte) e do acervo discográfico.
36-Incentivo financeiro e premiação considerável aos blocos carnavalescos e as quadrilhas juninas.
37-Apoio com a doação de bandas locais a alguns eventos festivos(musicais/dançantes) em diversas localidades da zona rural,
38-Reforma e pintura da antiga caixa d’água metálica da estação como um dos nossos monumentos históricos ligados a existência do trem, etc.
Ações que ainda haveremos de realizar:
Aquisição completa do antigo prédio da estação ferroviária.
Instalação do museu a céu aberto do engenho de cana no entorna da estação.
Criação das academias de rua.
Plano municipal de cultura e de esporte.
Criação do Conselho Municipal de esporte.
Tombamento ecológico da árvore(Oiti) centenária do antigo galpão da Reffesa.
Oficinas de teatro, de música e de artesanato.
Recuperação e revitalização da Banda de Música do município.
Criação da Academia Aurorense de Letras.
Criação da Casa do Sertanejo (casa do Sr. Vinô Leite).
Criação de um periódico da Seculte: Jornal e Revista.
Criação das carteirinhas dos artistas Aurorenses.
Criação do museu municipal
Compra do antigo prédio da Sambra para a Academia de Letras, Banda e Oficina de música.
Instituição do Brasão oficial de Aurora.
Tombamento oficial do casarão da Cultura e do Cel. Xavier.
Criação de um Stand permanente para exposição e venda de artesanato e obra de artes dos artistas aurorenses.
Criação do Café Cultural (com livros, revistas e jornais, Cds e Dvds e outros artigos culturais repassados a preço de custo).
Criação do cartão Leitor nota 10 para leitores assíduos e consulentes da Biblioteca.
Instituição(renovação) da comenda Pe. França.
Criação do Prêmio Literário Poeta Serra Azul(Prêmio Literário).
Escolha do Aurorense do século.
Escolhe dos destaques anuais de Aurora nos diversos gêneros de atividade profissional.
Colocação de um atleta aurorense na Corrida de São Silvestre.
Cobertura das quadras de esporte.
Construção de quadras: Aurora Velha, Santa Vitória e Agrovila e ampliação da poliesportiva.
Criação do distrito de São Miguel.
Levantamento historiográfico dos distritos de Santa Vitória, Ingazeiras e Tipi.
Instituição e elaboração de um livro(didático) sobre a história de Aurora a ser adotado pela rede municipal de ensino.
Edições Serra Azul de Literatura: com a publicação de obras de escritores aurorenses.
Produção de Cds e DVds de cantores e repentistas aurorenses.
Lançamento de Antologias musicais e literárias.
Festival anual de repentistas populares.
Festival municipal da música aurorense.
Festival municipal de teatro.
Festival de Humor.
Elaboração do Plano municipal de Cultura.
Construção do teatro e auditório – antigo prédio do açougue municipal.
Melhoria no entorno da capela de Mártir Francisca criando estrutura para o desenvolvimento e incentivo ao turismo religioso.
Incentivo ao Turismo ecológico, historio e religioso.
Criação do mapa turístico de Aurora.
Melhoria do acesso e infra-estrutura mínima aos pontos turísticos de Aurora.
Aprimoramento do núcleo de desenvolvimento do Voleibol, do basquete e do Handebol.
Criação da escolinha de futebol de Caiçara, Ingazeiras, Tipi, Santa Vitória e Soledade.
Realização do seminário sobre o aniversário dos 80 anos da passagem e estadia de Lampião por Aurora.
Ciclo de palestras permanentes acerca de temas importantes para a reflexão da comunidade, sobretudo sobre a história de Aurora.
Apoio e incentivo ao violeiro mirim Alex das Oiticicas.
Instalação da oficina de artes e ofícios destinada às crianças aurorenses.
Criação do programa de compra consignada de peças artísticas de valor reconhecido pelo município.
Parceria com o BNB no programa de apoio, resgate e incentivo a cultura e a arte de Aurora.
Criação da Biblioteca Ambulante com a utilização de um micro-ônibus ou similar adaptado.
Criação da companhia municipal de teatro.
Realização de diversos cursos de artes plástica através dos artistas da terra.
Premiação anual do Leitor Nota 10 como incentivo à leitura e a escrita.
Programa de contratações artística musicais diferenciado como contraponto a chamada música descartável sem qualidade cultural.
Funcionamento da Ilha Digital.
Realização da Maratona Municipal.
Defesa da construção de uma Vila Olímpica e do Parque de Eventos.
Projeto Imagético: com registro audio-visual do patrimônio histórico material e imaterial e das tradições folclóricas locais.
Programa de garantia do transporte de atletas(em competições oficias) e equipes devidamente registradas na Seculte.
Doação de Uniformes e materiais básicos às equipes em atividades regulares e com dificuldades para se materem.
Construção de capinhos de futebol na sede e na zona rural.
Realização da Festa anual do Reiveillon.
Elaboração do Calendário contendo todas as datas festivas do município.
Promoção/criação de oficinas de cordel e literatura popular.
Encenação da Paixão de Cristo(teatro ao ar livre).
Galeria dos filhos ilustres de Aurora.
Criação da Academia de Letras e Ciências de Aurora.
Realização do programa Cine-sertão em praça pública e na zona rural.
Criação do centro de cultura Aldemir Martins na antiga estação ferroviária de Ingazeiras(que será tombada e revitalizada para este fim).
Concurso municipal de Redação, envolvendo os estudantes da rede municipal de ensino.
Festival de Literatura – Prêmio poeta Serra Azul.
Instalação do projeto “Vagão Cultural” – Literatura no vagão, livro na mão...
Realização da grande Copa de Futsal(adulto, juvenil, feminino e veteranos).
Confecção de camisetas e doação de materiais esportivos para as escolinhas.
Criação da escola de música – maestro Esmerindo Cabrinha.
Realização do programa “Cestas Culturais” com retretas, peças de teatro, recital de poesia, apresentações de violeiros, exposição de arte e música ao vivo em praça pública.
Realização do projeto: conto da carrochinha” contação de estórias infantis junto às crianças através da biblioteca municipal.
Programa de capacitação do quadro de arbitragem da Seculte através do ex-árbitro de futebol Dacildo Mourão.
Parcerias com a Ceart-CE e outros órgãos para o desenvolvimento da arte e do artesanato local.
Festival municipal de gastronomia no Café Cultural da estação – com comidas e bebidas típicas da região.
Solenidade de lançamento da Seleção de Futebol de Aurora.
Cursos permanentes de Pintura, Teatro, música, escultura e artesanato.
Capacitação dos nossos agentes cultuaris e funcionários da Seculte.
Programa de incentivo a produção literária e o hábito da leitura com a participação da Biblioteca pública etc.
Prof. José Cícero
Secretário de Cultura, Turismo e Desporto -
Seculte-Aurora - PMA.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

A Ufologia e a Pluralidade dos mundos habitados

Por José Cícero
Desde os tempos imemoriais o nosso planeta vem sendo sistematicamente visitado por seres de origem extraterrestre através dos chamados Objetos Voadores não Identificados (Ovni´s) ou mais simplesmente, Discos Voadores. A história da humanidade, portanto, está repleta de narrativas que nos remete à idéia de que a presença de entidades alienígenas, incluindo de outras dimensões do espaço-tempo tem nos sido um acontecimento assaz constante. Estatísticas comprovam que a cada 5 minutos uma pessoa em alguma parte do globo mantém algum tipo de contacto com seres extraterrestres.
Pesquisa de opinião pública revela que 63% dos norte-americanos acreditam na existência de seres extraterrestres; já 52% dos europeus confessa acreditar na possibilidade de outros mundos habitáveis, inclusive na existência de outras civilizações avançadas não apenas tecnologicamente...
Artistas e várias pessoas públicas brasileiras já presenciaram algum tipo de aparições de cunho ufológico, dentre elas: o ex-presidente FHC, JK e os cantores Sérgio Reis, Zé Ramalho, Raul Seixas, Chitãozinho e Chororó, Elba Ramanho, Fábio Júnior, o apresentador Ratinho, dentre outros....
Livros sagrados de diversas culturas como os Vedas dos hindus e até a própria Bíblia contém tácitas descrições interessantes acerca de múltiplas aparições de seres insólitas não-terrestres. Basta lermos o testemunho do profeta Ezequiel, apenas para citar algumas das escrituras sagradas onde o assunto é mais que palpitante.
Para tanto é preciso manter a mente aberta para a aceitação de toda a casuística ufológica no decurso da história humana, cujos registros ainda hoje estão aí desafiando todos os pseudomodernistas do nosso ferrenho e visceral ceticismo contemporâneo. Malgrado todo o avanço científico a humanidade ainda hoje na sua grande maioria não consegue compreender, razão pela qual não aceita e não acreditar sequer na possibilidade da existência da pluralidade dos mundos habitáveis.
Há, sobretudo, uma forte rejeição das pessoas no tocante a probabilidade dos mundos habitados por algum tipo de vida inteligente ou não, como um fato concreto. Objeção esta, inspirada no mais das vezes, por uma infinidade de dogmas e preconceitos religiosos, cujo papel histórico já produzira sérios estragos no próprio avanço da ciência, a partir de erros absurdos sustentados pela intolerância, a exemplo do que aconteceu contra Galileu, Paracelso e Giordano Bruno.
Assim como, tantos outros personagens da história que se mantiveram muito além do seu tempo e que por isso tiveram que pagar com a própria vida a perspicácia ousada de dizer a verdade das coisas...
Entrementes, já faz parte do senso-comum, a objeção de muitos a tudo àquilo que se encontra na esfera dos fenômenos inexplicáveis ou mesmo qualquer idéia nova que não faça coro com a mesmice das coisas preestabelecidas.
No primeiro mundo, a existência dos Discos Voadores não constitui um assunto tubu, mesmo assim há um claro acobertamentos de casos reais por parte de vários governos que mantêm arquivos oficiais repletos de documentos sob a inscrição de ‘Top Secret’ e que comprovam a ocorrência de fatos verídicos bastante significativos em relação ao tema dos Et’s .
Mesmos com a resistência de alguns astrônomos da chamada ala conservadora da ciência e que por isso mesmo questionam a possibilidade dos Discos Voadores chegarem até nós; em virtude das incomensuráveis distâncias interplanetárias, o assunto vem dispertando o interesse de parcelas substantivas da sociedade atual.
Ora, estamos falando de civilizações avançadas, tanto espiritual quanto tecnologicamente num patamar tão alto que para eles, ainda estamos vivenciando a idade da pedra. Temos que pensar os ET´s não pelo prisma da nossa ciência ainda tacanha e limitada, porém por uma tecnologia que há muito já superou a lei gravidade, a noção do espaço-tempo, a velocidade da luz, a tração por atrito, a propulsão por combustão e até mesmo a exploração do homem pelo homem etc.
São, por conseguinte, civilizações avançadas, inclusive, no aspecto espiritual ante uma visão holística e crística capaz de superar o gênero humano infinitamente. De maneira tal que as nossas velhas idiossincrasias precisam assumir novos padrões conceituais numa correlação de força em que o tradicional possa abrir espaço para a possibilidade de que o impossível venha a ser tão somente algo não-estanque para sempre, mas como tudo na vida, transitório.
Assim, sempre ocorreu com as chamadas ciências Não-oficiais. No mais, como aceitar que a Terra seja o único lugar habitável quando já sabemos que ela não passa de uma ínfima partícula de poeira no universo espacial? Só mesmo a ignorância cavalar humana para nos tornar tão cegos diante desta evidência cosmológica. Seria muitíssimo ingrato para nós se estivéssemos realmente sozinhos, solitariamente, na vastidão dos espaços universais.
* José Cícero
Professor, pesquisador e Ufólogo
Secretário de Cultura
Aurora-CE.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

ATENÇÃO OS BLOCOS CARNAVALESCO MATERIAL PARA OS ABADÁS

Link para baixar em Word Material para blusas dos blocos carnavalescos do AURORA FOLIA 2010.

http://rapidshare.com/files/335699478/Material_p_blocos.doc.html

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Secretário de Cultura de AURORA empreende visita a autoridades e órgãos públicos em Fortaleza




1- JC e o Dep. Federal Chico Lopes, 2 - Entrega da documentação do Bolsa Atlteta, 3- JC e Norma Paula na Secult-Ce, 4- JC e Mário com o Dr. Eduardo Arraes do Inst. das Cidades(ao meio), 5- JC e Luiz Mário na Sesporte, 6- Monitores de Esporte Mário e Alisson no Castelão(Sesporte).
Na última terça-feira, (12) o secretário de Cultura, Turismo e Esporte de Aurora o professor José Cícero; acompanhado dos monitores esportivos Luiz Mário e Alisson Martins realizaram uma série de visitas a autoridades e órgãos públicos sediados na capital cearense. Além de efetuar a entrega da documentação dos 20 atletas mirins que foram pré-selecionados para o projeto Bolsa Esporte da secretaria de Esporte do Ceará, a equipe da Seculte de Aurora realizou uma verdadeira perigrinação por instituições públicas e autoridades da política cearense.
Na mesma ocasião o secretário participou de uma audiência com o subsecretário de esporte do Estado, Robson Veras onde encaminhou pedido de apoio para sua pasta, especialmente para a 1ª Copa de Futsal(prevista para este mês) e as escolinhas de futebol infanto-juvenil.
Ainda na secretaria de esporte(no castelão) o chefe da Seculte manteve encontro com a coordenação estadual do Programa Segundo Tempo(PST); oportunidade em que trocou idéias acerca do aprimoramento do projeto no seu município. Assim como formulou reivindicação verbal no tocante ao fornecimento de materiais esportivos.
Na parte da tarde, José Cícero teve um encontro com o deputado federal do PC do B Chico Lopes, no gabinete do mesmo em Fortaleza, onde assegurou o apoio e o empenho pessoal do parlamentar no sentido de ajudar o município em algumas ações importantes, notadamente nas áreas da Cultura, do Esporte e do Turismo. Onde, inclusive, foram mencionados os esforços do prefeito Adailton Macedo para tocar os atuais projetos da Seculte com recursos do próprio erário municipal. O deputado comunista, sugeriu um encontro com o prefeito de Aurora e o senador Inácio Arruda durante os dias 30 ou 31 de janeiro na sede do partido.
No ensejo, José Cícero falou dentre outras coisas, dos avanços da atual gestão, assim como dos projetos para a obtenção de recursos com vistas à recuperação e revitalização do artigo casarão do Cel. Xavier (já adquirido pela gestão municipal). A concessão da estação junto ao IPHAN para a instalação do Café Cultural e o museu do engenho de cana e histórico. A necessidade da recuperação das quadras de esporte, criação das academias populares, o apoio aos artistas aurorenses entre outras propostas, que por sinal foram bem aceitas pelo parlamentar.
O Deputado sugeriu após o levantamento das reivindicações da Seculte um encontro do Secretário José Cícero e o prefeito Adailton em Brasília para que juntos com o parlamentar sejam feitas alguns visitas aos órgãos federais, objetivando a consecução de recursos e melhorias para Aurora nas áreas da cultura, do esporte e do turismo. Assim como outras importantes áreas da administração municipal.
O secretario manteve encontro ainda com o coordenador do Instituto das Cidades o Dr. Eduardo Arraes onde foram discutidas entre outras propostas: a formulação de projetos técnicos com vistas a liberação e revitalização da Estação ferroviária, o ponto de cultura para Aurora, a revitalização do Casarão do coronel Xavier, da Estação de Ingazeiras para a instalação de um centro cultural Aldemir Martins, bem como para o projeto do turismo histórico, religioso e ecológico com especialidade para o culto à mártir Francisca( a santa popular de Aurora).
Já no final da tarde a equipe da Seculte manteve encontro com a coordenadora da Secult-CE Norma Paula para a verificação e reivindicação do Projeto do Aurora Folia 2010, do projeto mestres de cultura(Tesouros vivos da cultura) onde Aurora concorrer com três nomes. Como também a reivindicação de um Ponto de Cultura atinente a existência de remanescentes quilombolas, da biblioteca itinerante, produção literária com autores da terra, repentistas populares e escultores, além da defesa do patrimônio histórico e arquitetônico, material e imaterial. Além da implantação de oficinas de música, artesanato, xilogravuras e literatura de cordel. O secretário também reivindica a aquisição de um vagão desativado de trem junto a associação dos ex-ferroviários do Ceará. A idéia é adaptá-lo para ser utilizado como um espaço de leitura a ser instalado no entorno da estação, que segundo ele, será transformado(na medida do possível) num verdadeiro complexo de arte e cultura.
Um encontro com o secretário de Cultura Auto Filho ficara agendado para o final do mês assim como com o atual presidente dos ex - ferroviários.
Ainda este mês, uma equipe da Secult-Ce, capitaneada por Norma Paula estará visitando o município de Aurora com vistas ao levantamento de dados acerca do patrimônio e das necessidades do município, disse o secretário.
Esse peregrinar é altamente cansativo, mas, a gente fica feliz quando no final do dia, mesmo cansando, podemos avaliar como produtivo assim como foi esta nossa visita à capital alencarina. A sensação do dever cumprido também nos anima nesta nossa empreitada; explicou o secretário.
Da: Redação do Blog d'Aurora
Leima mais em:

sábado, 9 de janeiro de 2010

Zé Baixim dos Discos – O último dos moicanos do Cariri

Por José Cícero


Quem disse que o comércio de vinil está em crise? Para o juazeirense 'Zé Baixim dos discos', tudo isso não passa de intriga da concorrência...
Um minúsculo estabelecimento de duas portas, “espremido” entre os modernos comércios que hoje tomam conta do centro comercial e adjacências de Juazeiro. Assim é o negócio do simpático e sempre soridente senhor juazeirense, popularmente conhecido por uma alcunha das mais sugestivas diante do ofício que exerce por mais de três décadas - ‘Zé Baixim dos discos’, este é seu nome de guerra. Seu espaço comercial fica situados pras bandas da “caixa d’água” bem ao lado da Biblioteca Pública. Diria que um espaço nobre para uma atividade comercial quase extinta nos dias atuais diante da avalanche da modernidade tecnológica. Um verdadeiro empório da saudade, onde os amantes da música tradicional à moda antiga, podem adquirir vinis(compact e Lp) por preços irrisórios e até mesmo pechinchar com o agradável vendeiro. São por assim dizer verdadeiras raridades do cancioneiro musical de todos os tempos.
Há quem ainda o denomine simplesmente de sebo dos discos. Um clássico quartinho, estreito com duas portas no estilo rústico e antigo, repleto de velhos LPs, Compacto discos pelas paredes e caixas de papelão. Além de posteres de artistas, como nos velhos tempos, espalhados por todos os lados. Alguns dos vinis num bom estado de conservação que impressiona. Outros nem tanto. Mas que no fundo representam um verdadeiro ato de resistência contra a chamada tecnologia digital. Discos usados, muitos deles com manuscritas mensagens de amor; dedicatórias dos seus antigos donos aos seus entes queridos. Presentes afetivos, cuja lembrança nos toca tanto quanto as canções que preservam nos seus riscados sonoros. Está ali apertados entre discos é como um literal mergulhos no túnel do tempo...
Tantos são os discos enfileirados nas prateleiras improvisadas e pelo chão que quase não é possível dar-se mais que cinco passos pelo ambiente em meio a tanta peças. Verdadeiras raridades da música popular brasileira podem ser encontradas no empório do Zé Baixim à preços módicos. Como ele mesmo diz: “a preço de banana”. Grandes clássicos de todos os mais variados gêneros e estilos musicais poderão ser encontrados no local, sem esquecer o hit parade internacional de todos os tempos. Sem esquecer ainda: O brega, a MPB, o Rock, os grandes nomes da música caipira(tomada de assalto hoje por uma pseudosertaneja), o forró verdadeiro e de raiz, as trilhas das grandes novelas, a jovem e velha guarda, assim como os maiores nomes da música mundial, tudo, sem nenhum exagero de expressão poderá ser encontrado ali, a um passo da mão do 'Zé Baixim dos discos'.
As grandes raridades em vinis estão separadas para reprodução e colecionadores a preços que não ultrapassam os dez reais, enquanto que os discos de menores expressões podem ser adquiridos por até dois reais.
Como a música durante muito tempo tem sido a forma através da qual as pessoas aprenderam a eternizar uma época ou mesmo um momento feliz com toda a sua carga de sentimentos e emoções, o sebo de Zé Baixim tem se transformado por seu turno num verdadeiro flash back como se fosse uma ponte a nos ligar ao tempo pretérito. Uma oportunidade que muitos dos saudosistas utilizam para, por meio desta linguagem universal que é a música, matar saudade e reaver mentalmente grandes emoções dos anos idos e de outros inesquecíveis acontecimentos de outrora.
“Há mais de 30 anos que luto com a venda de discos”, afirma com entusiasmo o proprietário do empório. “Comecei vendendo meus disquinhos pelas calçadas do Juazeiro, com novos e usados. E também fita cassete. Na época a gente disputava com as grandes lojas. Hoje a disputa é com a própria tecnologia dos CDs, mas não vou desistir porque gosto do que faço e, faço com amor e dedicação”, disse o vendedor, um dos últimos reprsentantes deste ramo de atividade do Cariri e de todo o estado.
O mais incrível é que o 'Zé Baixim' sabe de côr e salteado todos os nomes dos artistas e a localização exata do disco solicitado pelo cliente em meio a tantas pilhas de discos. Pedi-lhe um Bob Dylan, Amália Rodrigues, João do Vale e Rod Stuart. E depois, Trio Nortista, Charles Aznavour, Beatles, Maurício Reis, Nat King' Cole, dentre outros. E ele foi direto ao ponto. Ora, quem engorda o boi é mesmo o olho do dono...
Sempre que vou ao Juazeiro e disponho de tempo dou uma esticadinha até a venda do seu 'Zé Baixinho' para trocar algumas idéias sobre discos, as histórias do seu ofício e, claro, vislumbrar o seu material, como se estivesse dando um mergulho no passado. Posto que todas aquelas pérolas raras funcionam ainda agora como grandes novidades, muito mais do que como antigamente(no tempo do bumba) quando foram lançadas. O comércio de discos antigos do 'Zé Baixim' é, sem sombra de dúvida, o mais autêntico baú ou museu das novidades. Uma feliz reminiscência daquilo que ouvimos-dançamos-vicenciamos de melhor, eternizado nas nossas mentes e corações por meio da música, a boa música, diga-se de passagem.
Pelo menos quando estou lá, não encontro nenhum das ‘bombas’ que oram compõem as chamadas “bundas/bandas de forró”, que hoje promovem verdadeiro assassinato da autêntica música popular brasileira.
Como no passado, sempre que posso, trago alguma raridade em forma de LP; doido para chegar em casa e ouvir com sofreguidão na minha “radiola”; apenas com medo de estragar a agulha porque me disseram que não existe mais à venda no mercado.
Na última vez que estive no empório dos discos fui surpreendido pelas presenças de dois alegres garotos procurando algo naquela montanha de discos. Não me contive a entabular algumas perguntas para eles. Achei estranho que duas verdadeiras crianças estivessem como eu interessadas naquilo que muitos “babacas cheio de si” costumam taxar; do alto dos seus preconceitos e falta de conhecimento, de ultrapassado e saudosismo, como se isso fosse uma vergonha, um demérito. Foi quando um dos garotos falou com muita sapiência e propriedade acerca da sonoridade particular dos discos de vinil, coisa que os CDs não proporcionam. Além da qualidade das músicas. Um de 13 anos e outro de 12(ver fotos) freqüentadores assíduos do local, ao que logo me dissera o proprietário. Procuravam e encontraram os primeiros trabalhos de Kid Abelha e os Abóbaras Selvagens, além de Blitz e Cazuza. Perguntei-os se acaso eles preferiam o CD ao LP. E a resposta foi unânime: “O vinil é muito mais gostoso de se ouvir!”. E acrescentou: "a batida e o som são diferentes. Bem mais agradáveis do que no Cd". disse.
Não sei por que carga d’águas... Mas a indústria fonográfica da Argentina, por exemplo, em respeito aos seus consumidores decidiu prosseguir com a fabricação dupla de CD’s e vinil. De modo que, qualquer lançamento musical do momento(e do passado) pode ser encontrado no mercado nos dois gêneros. Será que o Brasil não poderia fazer o mesmo?
(*) José Cícero
Prof. Poeta e Escritor
Secretário de Cultura de Aurora-CE.

domingo, 3 de janeiro de 2010

Alex das Oiticicas, 8 anos de idade: uma grande promessa da nossa poesia popular

Por José Cícero


A verdadeira arte assim como a pérola, demanda tempo para se compor integralmente. Seu aprimoramento de tão extraordinário quase não tem uma explicação plausível. Isso porque o talento artístico nasce a partir daquilo que, por uma ausência de definição quase absoluta, convencionamos chamar simplesmente de dom. Algo pertencente apenas aos vocacionados e/ou predestinados ao eterno milagre dos deuses – Os artistas. Enviados que são para edificar o belo, a estética e o bom-gosto na face da na terra.
Mas diríamos que este detalhe, por sua vez, representa um fenômeno surreal, plasmado no horizonte de uma espontaneidade transcendente e que, por isso mesmo, nos parece deveras inexplicável e às vezes até incognoscível para uma grande maioria de pobres mortais, avessa a grandiosidade da arte e da cultura como um bem universal do homem.
Desta maneira é que tentamos analisar o surgimento de um raro talento no gênero da poesia popular de Aurora. Trata-se do garoto Alex Luna(Alex das Oiticicas), 7 anos de idade. Dos quais, um e meio vem sendo dedicado aos seus primeiros contatos com a viola. Um instrumento, que embora não consiga adquirir devido o preço, tem devotado um verdadeiro fascínio desde que aprendeu a ficar de pé. Conforme relata o seu pai, o Senhor Nonato de Luna que também se diz adepto de um “baiãozinho de viola” onde quer que aconteça nas bibocas do lugar onde moram. Um lugarejo isolado, distante de tudo.
Contudo, mesmo em meio a tantas dificuldades o garoto Alex segue seu destino. Tentando crescer e se firmar no difícil mundo dos repentistas populares. É ele, portanto, o mais novo violeiro do Ceará e, quem sabe até do Brasil. Algo digno, como se ver de constar até mesmo no famigerado livro dos recordes.
Com sua pouca idade, o poeta mirim da Aurora residente no sítio Oiticica a cerca de 23 km da sede é uma verdadeira sensação. Um fenômeno sem nenhum risco de exagero. Uma grande promessa da poesia popular do Cariri. Alex é aquilo que poderíamos denominar de menino prodígio. Um superdotado na expressão lídima do termo; tentando se firmar desde já na difícil arte do improviso poético dos sertões d’Aurora. Tanto que onde passa produz admiradores até mesmo entre os grandes violeiros da região, já tendo inclusive, feito parcerias(cantado) com alguns dos renomados repentistas, tais como: Valdir Teles, Ismael Pereira e Moacir Laurentino, só para citarmos alguns. Tudo isso já evidencia todo o talento emergente deste que, nem podemos chamar de jovem, mas de criança.
Filho de agricultores pobres, Alex das Oiticicas é uma promessa das mais alvissareiras num ramo artístico em que são pouquíssimas as revelações, sobretudo na chamada flor da idade como é o caso do violeiro mirim de Aurora.
O potencial deste menino violeiro salta aos olhos de todos os que gostam e compreendem as nuances da poética que compõem o repentismo popular do Nordeste.
Ainda não completamente alfabetizado, o garoto Alex ainda ler com dificuldade; posto que não fora sequer completamente alfabetizado. Mas sua inteligência é algo digno de nota. Segundo seus pais, consegue aprender tudo com facilidade.
Dotado de uma curiosidade das mais aguçadas, tem feito desta faceta seu principal mecanismo de aprendizagem. Sua fala assim como o expressar das suas idéias são quase as de um homem feito. Na sua verve poética, quando empunha a viola numa sextilha(por enquanto seu estilo preferido), por exemplo, utiliza palavras que não são comuns para uma criança da sua idade. Vendo-o cantar podemos afirmar que ali estar a personificação da esperança que temos no futuro da arte da viola e do repente poético aurorense e, por extensão de toda a ribeira.
Um claro sinal de que toda poesia verdadeira não morre nunca, vez que sempre se renova e sobrevive, além dos homens e dos maus tratos com que muitas vezes tem sido encarada por anos a fio.
Esta vitalidade sinérgica no fundo é o que tem feito com que toda poesia, assim como toda arte e, digamos, a própria cultura popular em geral, tenham no seu conjunto conseguido resistir a todas as intempéries do tempo e da ignorância humana. Como de resto as incompreensões do poder maior. Esta indiferença tem se caracterizado como os cupins da contracultura tradicional. Vez que vem destruindo a sua base de continuidade em nome de uma modernidade teimosa, que reluta em aceitar/apoiar nossos autênticos valores da cultura popular tradicional e do folclore como sendo o chão de quase tudo que temos hoje em termo de manifestação artística.
Quando me deparei pela primeira vez com o jovem Alex, cantado num bar de Aurora, num dia de feira-livre, sozinho sem parceiro, num ambiente estranho e de gente grande(apenas na companhia do pai) foi como se eu estivesse ali diante de uma miragem. Fiquei estupefato diante do talento que aquela criança concentrava na sua inteligência neófita, mas que já dava ali, o ar da sua graça.
Ainda sem o apuro necessário, especialmente na entonação rítmica da voz, devida a pouca idade, pude enxergar naquele menino diferente uma promessa... Uma jóia rara que precisava ser trabalhada e amparada. Um poeta em pleno momento de construção pelas mãos dos deuses da arte. Uma pérola rara da poesia popular.
Era como uma roseira ao ponto de desabrochar, mas que necessitava de cuidados. Ser regada com desvelo e o maior dos nossos carinhos e atenção.
Sua poesia requer paciência. Por isso teremos que esperar, sem o perder de vista, com a paciência dos que esperam pela primavera, assim como o momento exato da colheita. A depuração de um bom vinho. Mas digamos todavia, que o poeta mirim precisa de apoio para que toda a sua poética possa num futuro breve jorrar com um fonte a fertilizar o nosso chão.
Hoje a viola é maior que o poeta violeiro mirim de Aurora, mas não por muito tempo. Posto que daqui a pouco ele se fará maior que seu instrumento, não apenas em estatura, mas principalmente em talento, arte e inspiração.
Alex por tudo isso, é a promessa de um grande encontro da juventude do homem poeta com a sua musa inspiradora. Um grande encontro ainda por acontecer e, que a qualquer momento poderá emergir vir à tona. Para a surpresa dos que não têm a sensibilidade para vislumbrar naquele menino toda poesia possível. E a partir deste momento a poesia de Aurora e de todo a ribeira salgadiana nunca mais será a mesma. Contudo para que este destino se cumpra a contento teremos que fazer a parte que nos cabe.
É preciso que não deixemos de regar esta jovem roseira. É preciso que não deixemos de acreditar na primavera que sempre vem. Tudo porque a poesia, a arte e a cultura são os ingredientes que rejuvenescem a face inteira do mundo e da vida. Um refrigério para amenizar o sofrimento da humanidade. A poesia é o encantamento do gênero humano. Tudo o mais que nos faltar na vida, é toda poesia que nos falta.
De tal maneira, que podemos afirmar que a poesia e o talento de Alex Luna... É toda juventude da arte aurorense nos pedindo permissão para nascer, crescer e encher nossos olhos e espírito de pura fantasia, alegria e contentamento.
No festival de repentista que realizamos por ocasião da festa dos 126 anos do município de Aurora(novembro de 2009), não tive dúvida: o convidei para também se apresentar junto com os violeiros grandes da terra e do além-fronteira.
No palco da festa fez dupla com o violeiro Vicente Bié. Encantou a todos com o seu potencial. Estava à vontade nos meio dos poetas de carreira, como se um deles o fosse. Conversava com Ismael e Valdir Teles com a naturalidade de que há muito lida com a arte do improviso.
Para a fotografia, o seu parceiro teve que se postar de joelhos para que a foto não ficasse desproporcional no quesito altura Após a sua apresentação confidenciou para mim: - Gosto de cantar assim, com muita gente me olhando e aplaudindo. Indaguei o porquê. E ele emendou de chofre: - Por que assim o verso aparece mais depressa. Provoquei-o quando quis saber se a multidão não o deixava nervoso. Ele, com um sorriso maroto replicou: - Não. Ficava com vergonha se não tivesse ninguém para me aplaudir.
Ao lado do seu pai recebeu do poeta da Seculte Cícero Cosme o cachê por sua participação, igual a todos os demais que participaram do festival. Ele sorriu de um modo diferente. Uma mistura de entusiasmo de gente grande com a elegância própria das crianças. Depois já no meio do povo, no centro da festa ele me procurou para agradecer pelo convite, dizendo: - professor muito obrigado por ter me convidado. Ladeado por seu pai. E eu, meio que sensibilizado pela delicadeza da sua atitude de menino educado, quase sem palavra, apenas lhe disse: – que nada meu pequeno grande poeta. Nós é que lhe agradecemos por você ter aceitado o nosso convite. Você abrilhantou ainda mais o nosso festival.
Parecia feliz por ter recebido ali seu primeiro cachê por seu ofício precoce de poeta violeiro. Disse-me por fim, segurado a mão do seu pai e me estendendo a outra, que estava sempre à disposição quando a secretaria realizasse um outro evento. E se perdeu de vista no meio da multidão junto do seu pai.
Desde então não me esqueço dos seus olhos brilhando de felicidade por ter cantado para uma platéia tão grande e ainda por cima pelo seu primeiro cachê que ganhara como repentista. Pedi-lhe que tirasse uma foto comigo. E ele fez pose como se fosse um repentista adulto.
Alex das oiticicas, além de um artista que promete é um bom menino. Que os deuses da cultura o proteja e ilumina para o todo e sempre...
José Cícero
Professor, Escritor e Poeta
Leia mais em:

sábado, 2 de janeiro de 2010

Secretário e coordenação da Seculte-Aurora comparecem a emissora de rádio para realizar Direito de Resposta

Neste sábado, (02 de janeiro) o secretário de Cultura, Turismo e Desporto(Seculte) José Cícero, sob a chancela de direito de resposta compareceu a rádio Aurora do Povo FM, juntamente com assessores da Cultura: Erivan de Lavor e Cícero Cosme, e do coordenador do Núcleo de Esporte Raimundo Tabosa, além dos monitores da Escolinha de futebol e outros componentes da pasta. Na oportunidade, o secretário, ao lado do coordenador de esporte respondeu a uma série de ataques realizados pelo ex-secretário que fora veiculado pela referida emissora no último dia 19 de dezembro.
Na réplica acerca dos fatos o que o atual secretário classifica como “agouro e dor de cotovelo” dos poucos que não se conformam com o sucesso da gestão atual. Por isso por puro desespero, partem para os ataques injustos; como os que ocorreram recentemente. “Existe uma verdadeira campanha em desestabilizar a exitosa gestão do prefeito Adailton e Antonio Landim, orquestrada por uma pequena parcela de uma oposição odienta que, além de não concordar com o progresso, até hoje não aceitou sequer a derrota aplicada pelo povo por meio das urnas”. Mas tudo isso é em vão, porque estamos decididos a fazer o melhor para Aurora. A população está consciente do nosso trabalho a frente da Seculte, assim como de todas as importantes ações empreendidas pelo prefeito Adailton.
Tudo isso em apenas 12 meses têm conseguido mudar a face de Aurora para melhor. Prova disso é a grande aceitação que a gestão “o povo construindo o novo” vem obtendo junto ao segmento popular. E isso nos anima ainda mais a seguir em frente com a nossa missão de fazer o bem por meio da gestão pública.
Aurora hoje é, por assim dizer, um verdadeiro canteiro de obras do mais alto valor social. De modo que todas as demais ações se refletem no conjunto administrativo mais geral. Eis a razão do nosso sucesso..., disse o secretário.
O ensejo serviu igualmente para que os que fazem a Seculte fizessem um balanço comparativo de todo o leque de ações já empreendidas pela pasta durante o primeiro ano de mandado do prefeito Adailton Macedo e Antonio Landim à guisa de resposta aos ataques sofridos. Dentre as quais foram destacadas: A compra e revitalização do Casarão da Reffesa para abrigar a sede da secretaria. Visto que sequer uma sede existiu no passado. Além da criação da sala de exposição e do ateliê de artesanato; da restauração da Estação Ferroviária e criação da biblioteca e ampliação do acervo bibliográfico com um acréscimo de 1.177 obras literárias. A biblioteca instalada no centro da cidade numa das alas da estação.
Da realização do maior carnaval de rua do Cariri Oriental o ‘Aurora folia’ com mais 17 atrações e bailes de clube para a criançada e concurso de blocos; da realização da Copa Aurora a maior empreitada esportiva da história, bem como do Campeonato juvenil 1ª divisão, com recorde de participação de equipes e torcida, além da grande premiação oferecida aos ganhadores; das comemorações esportivas do dia internacional do trabalho – 1º de maio, com torneio de Futsal e futebol de campo, da corrida atlética ecológica e ciclismo, Dos torneios de travinha e futebol feminino de campo e quadra; do Dia do Desafio contra a inatividade em parceria com o Sesc/cariri; do Festival Municipal de Teatro(Festac), do torneio de Futsal feminino e masculino em Ingazeiras por ocasião da comitiva da Cidadania; Das atividades culturais e esportivas paralelas a festa do município, das atrações e da organização da Festa alusiva aos 126 anos de Aurora, uma das mais grandiosas que o município já vivenciou. Bem como do festival de violeiros e das participações dos tralentos da terra durante a Festa do Município.
da criação da equipe de arbitragem, do Festal Junino – Festival de quadrilhas, do natal das Luzes e do presépio vivo, da criação das escolinha de Futebol Infanto-juvenil, do projeto Segundo Tempo como mais de 300 crianças Ainda, da reforma da quadra Poliesportiva e do estádio, da reforma do CSU, do grande volume de material esportivo adquirido, das bolas doadas a várias equipes da zona rural. Da apresentação do projeto esportivo em todos os distritos e sede, da realização da conferência da Cultura, do mapeamento cultural e esportivo realizado no município; da preparação para o campeonato municipal de Futsal como mais de 50 equipes inscritas nas categorias: adulto, feminino, juvenil e veterano, cuja solenidade de lançamento está prevista para meados deste mês.
Do núcleo de desenvolvimento do Vôlei, do Basquete, Handebol e atletismo. Da participação de Aurora no projeto estadual mestre da cultura(tesouros vivos da cultura cearense) com a inscrição de quatro nomes; da pré-seleção de Aurora no programa Bolsa Esporte com 20 atletas mirins; das apresentações do núcleo de teatro da Seculte, da realização da exposição iconográfica de Aurora, da criação do selo Postal de Aurora comemorativo aos 126 anos de emancipação com a obra do artista aurorense Arnaldo da ingazeira junto aos Correios, da aquisição por compra do antigo casarão do Cel. Xavier(antiga Cnec); da formação da seleção de veteranos(mista da seculte); do inventário dos pontos turísticos de Aurora, da realização do Peneirão de Futebol com olheiros do Atlético de Cajazeiras-PB; dentre outras obras e realizações significativas que no seu conjunto em apenas um ano vêm fazendo a diferença em relação até mesmo aos 8 anos da administração anterior.
Após os 20 minutos dedicados como direito de resposta aos que fazem a Seculte, o secretário José Cícero, assim como o coordenador de esporte Raimundo Tabosa desafiaram a oposição para um debate na mesma emissora num comparativo de um ano de trabalho em relação a oito da gestão passada. O que segundo os membros da Seculte não se resume apenas na área de cultura e esporte, mas em todo o conjunto da administração atual já são bem mais significativos do que o que foi feito na gestão anterior.
Não queremos fazer apenas eventos episódicos, esporádicos e momentâneos(com faziam no passado), queremos sim, criar as bases para uma política efetiva e arrojada de Cultura, Turismo e Esporte como um projeto audacioso para uma verdadeira política de governo. Por esta razão tivemos que começar quase tudo da estaca zero. E isso só foi possível, graças a união e a competência de uma equipe de trabalho das mais operosas e disciplinadas. Como também ao empenho e a dedicação do prefeito Adailton Macêdo. De modo que todo o êxito é oriundo desse nosso pessoal que, coletivamente por 12 meses, possibilitou que fizessemos o novo esporte, a a nova cultura e o turismo da terra do Menino Deus. E ainda, iremos fazer muito mais, finalizou.