quarta-feira, 26 de maio de 2010

Dia do Desafio 2010 movimenta população de Aurora

DA REDAÇAO:












A Cidade de Aurora quebrou sua rotina nesta quarta-feira, dia 26 com a realização do Dia do Desafio-2010. O evento acontece em cerca de 20 países do mundo envolvendo aproximadamente 3.379 cidades numa importante campanha de incentivo à prática regular de algum tipo de atividades físicas por até 15 minutos durante o dia em favor da saúde das pessoas. Trata-se de um acontecimento iniciado em 1995 no Canadá que vem se espalhando pelo mundo; no sentido de chamar a atenção da população mundial para a necessidade da atividade física para a manutenção de uma vida saudável.
Organizado pela Secretaria de Cultura, Turismo e ESPORTE em parceria com o Sesc/Cariri o evento de Aurora começou logo cedo às sete e meia da manhã com uma caminhada saindo da praça da matriz até a quadra Poliesportiva no bairro Araçá.
Composta por estudantes, atletas, idosos, professores, funcionários públicos, secretários municipais e populares, a caminhada contra o sedentarismo abriu a programação da campanha este ano com muito entusiasmo e alegria por parte dos que decidiram ir às ruas, em especial a juventude. Bexigas coloridas, apitos, camisetas, fogos de artifícios e faixas foram alguns dos ingredientes utilizados pela Seculte para animar ainda mais o evento.
Ainda, através de carro de som, um ‘apitaço’ e gritos de palavras de ordem a multidão chamou a atenção do restante da população para o valor do acontecimento. A reflexão, segundo os organizadores do evento local, também é um dos objetivos do ato.
“Você se mexe e o mundo mexe junto” este é o slogan da campanha do Desafio 2010 que no Brasil, dentre outros apoiadores, conta com a coordenação direta do Sesc-SP e demais seções pelo país inteiro..
No meio do povo estiveram além o vice-prefeito Antonio Landim, os secretários: de Esporte e Cultura José Cícero; da Ação Social Socorro Macedo; da Administração Osasco Gonçalves; da Finanças José Joaquim; da Agricultura José Dácio, bem como convidados e assessores da gestão municipal.
O prefeito Adailton Macedo foi representado pelo seu vice, em face de estar cumprindo compromissos oficiais na capital cearense. Contudo, disponibilizou toda a estrutura e os esforços necessários para que a iniciativa acontecesse a contento em Aurora.
Dia do Desafio contra a inatividade – “Você se mexe e o mundo mexe junto”.
Além da caminhada contra o sedentarismo pelas ruas da cidade, o Dia do Desafio este ano contou com uma vasta programação. Com destaque para a apresentação dos grupos de capoeiristas formado por alunos dos projetos desenvolvidos pela Prefeitura local: 1º passo, Peti e Pro jovem(Ação Social); bem como pelos alunos do projeto Segundo Tempo, Bolsa Esporte e Escolinhas de Esportes(Seculte). Dança e ginástica dos distritos de Ingazeiras e Santa Vitória. Alongamentos e exercícios físicos junto a grupo de idosos na academia comunitária da praça padre Cícero; jogos de famas e Xadrez com alunos do PST na biblioteca pública; futsal feminino e masculino, na quadra poliesportiva. No período da tarde: futebol infanto-juvenil, veterano e adulto no estádio municipal. Além de ‘rachas’ nas quadras, futebol de travinha infantil no campinho da estação, e futsal feminino à noite no distrito de Ingazeiras.
A programação, segundo o secretário de Esporte José Cícero, foi voltada para todas as idades. “O esporte, além de uma ferramenta de inclusão social também é um grande gerador de saúde pública. E nada melhor do que a sua democratização” disse.
Já o coordenador do núcleo de esporte da Seculte, Raimundo Tabosa, o dia do desafio já está virando uma tradição no município e a cada ano é mais grandioso, afirmou ele.
Este ano Aurora faz uma disputa amigável com a cidade mexicana de Villa Allender. O critério é saber quem consegue colocar mais gente nas ruas, nas praças esportivas e de recreação, no trabalho, nas escolas ou em casa praticando pelo menos 15 minutos de atividade física.
Ano passado o nosso município disputou com uma cidade Boliviana e nos saímos muito bem, enfatizou o secretário. Queremos pelo convencimento, mostrar para os aurorenses o quanto é salutar e saudável qualquer prática de exercício físico. O sedentarismo e por conseqüência, as doenças decorrentes da obesidade tem sido um dos males reconhecidos pelo OMS que mais matam em todo o mundo, concluiu.
Já o vice-prefeito Antonio Landim também ressaltou a importância do Dia do Desafio e do esforço físico para o bem-estar e a saúde das pessoas. Reconheceu a boa organização do evento e falou dos esforços da gestão municipal no sentido de promover a saúde pública através da ginástica, dando como exemplo a recente implantação da academia comunitária.
Sobre os benefícios e o chamamento do dia do desafio também se pronunciou no ato público, o secretário de agricultura José Dácio. A escola Orlando de Macedo localizada na zona rural, sítio Santa Cruz/Caiçara também participou ativamente do Dia do Desafio com uma série de atividades.
A contagem dos participantes prosseguiu até às 21 h com jogos de Futsal feminino que aconteceu em Ingazeiras e futebol no estádio. “Estamos felizes por estamos cônscio do nosso trabalho em favor de Aurora melhor e mais saudável também por meio do esporte”, externou o secretário de Esporte.
SERVIÇOS:
Como Funciona o Dia do Desafio:
Nesse dia, pessoas de todas as idades se envolvem em uma competição amigável entre cidades do mesmo porte, na tentativa de mobilizar a maior porcentagem de participantes, tendo como base de calculo o número oficial de habitantes do município. A competição é apenas estímulo à participação! Os “vencedores” são os cidadãos, que exercitam a integração social, a criatividade, a liderança e o espírito comunitário
.
Sobre o Dia do Desafio:
O Dia do Desafio foi criado no Canadá e é difundido mundialmente pela TAFISA - The Association For International Sport for All - entidade de promoção do esporte para todos, sediada na Alemanha. É uma campanha de incentivo à prática regular de atividades físicas em benefício da saúde, e acontece anualmente na última quarta-feira do mês de maio, por meio de ações comunitárias.
Desde 2000, o SESC São Paulo assumiu a coordenação do Dia do Desafio para o Continente Americano e em todo o Brasil, as Unidades SESC coordenam as atividades nos estados. “É um compromisso que cada um estabelece com a vida – a sua e a do próximo, a quem ele dá o exemplo ao integrar essa atividade de mobilização mundial; a essa postura cidadã e, consequentemente, coletiva que prima pelo bem-estar da saúde das pessoas.”, declara Regina Leitão, Diretora Regional do SESC Ceará.

LEIA MAIS EM:

segunda-feira, 17 de maio de 2010

AURORA: Revista encontra ex-artista do circo do palhaço Fuxico em asilo de Milagres

















Equipe da Revista Aurora: José Cícero, Luiz Domingos e Ronaldo Santos com a Diretora do abrigo Srª Mª Erivan
Neste último sábado dia 15, os pesquisadores da Revista Aurora à frente o seu editor e atual secretário de Cultura José Cícero juntamente com os professores Luiz Domingos e Ronaldo Santos estiveram na cidade de Milagres visitando a ‘Casa do Lar do idoso’ – uma instituição de caridade mantida pela Associação Beneficente Manduca e Letícia(ABEMEL).

Desde a sua 1ª edição de 2007 a revista almejava publicar uma reportagem especial acerca da relação de Aurora com a arte circense, a partir da história do célebre palhaço “Fuxico” e o seu velho circo de pano de roda, composto na sua maioria por artistas da família e da região, muitos dos quais da terra.“Há muito que eu vinha ventilando a idéias de resgatar um pouco do que foi a história circense dos irmãos: Fuxico, Enoque e Lurdes e suas andanças por todo o Nordeste a partir de Aurora. Uma verdadeira saga de uma antiga família circense que teve início nos anos 30 no interior do Pernambuco, tendo prosseguimento nas terras aurorenses”, enfatizou o redator da RA o professor José Cícero. “Com esta intenção conversei diversas vezes com o velho Enoque Pintor, como era de todos conhecido. Vinha reunindo dados e informações também para um livro antes mesmo do seu falecimento ocorrido em 1999 aos 82 anos e, desde então conversado com as suas filhas”, disse JC.

Este desiderato editorial por diversas vezes foi adiado por uma série de contratempos, sobretudo de caráter financeiro, em face dos altos custos do seu projeto gráfico. Além da reportagem especial que está sendo preparada para a revista, pretendo publicar o opúsculo: As Presepadas do Enoque Pinto. Onde estão reunidos vários causos, piadas e ‘tiradas chistosas’ do velho Enoque. Porém, recentemente, nossa equipe de pesquisa foi surpreendida com a notícia de que a terceira irmã do trio circense( Lurdes Pereira) estaria viva. Morando em um abrigo para idosos em Milagres. Desde então, ficamos na expectativa de checar in loco tal informação.“Nos meus 8 ou 9 anos recordo de ter visto o Fuxico e a Lurdes no circo “Tupinambá” montado, creio que nos finais dos anos 70 no distrito de Missão Nova.. Depois, outras vezes não mais acompanhada da cia; testemunhei Lurdes por semanas de bar em bar naquela vila, às vezes tocando um violão em troca de uma pinga, depois dormitando embriagadas pelas calçadas. Umas vagas lembranças eu diria...”Após a confirmação da notícia, dada por uma sobrinha da mesma, a equipe da Revista Aurora resolveu pôr o pé na estrada indo conferir de perto esta informação. Isso seria um verdadeiro milagre, ou quem sabe, um furo de reportagem, posto que há tempos que Lurdes era dada por desaparecida, inclusive pelos seus familiares. Aliás, até já tida como falecida, principalmente por ter se jogado no oco do mundo em suas andanças de alcoólatra mendiga sem destino. Sem eira nem beira, como costuma se dizer no sertão.De tanto fazer uso da bebida, também ficara um tanto quanto desmiolada, esquecida do mundo e da vida, diziam os parentes.

Sua vida desde então fora por assim dizer, um eterno sofrimento. Abandonada que foi e esquecida que se tornou de quase tudo virara quase uma morta-viva. A amnésia tomara conta de si. Não mais conseguia sequer pronunciar uma só palavra. Até que um belo dia, por puro capricho do destino, a cerca de 12 anos atrás foi ela socorrida pela Casa do Lar do Idoso, quando se encontrava ébria, suja, doente e moribunda com as pernas quebradas sobre o chão das ruas do centro de Milagres.Lurdes Pereira Silva é seu nome. Informação elementar que no início nem ela mesma conseguia se lembrar. Até ser recuperada totalmente pelos que fazem aquela formidável casa de repouso milagrense. Um projeto que precisa ser melhor apoiado em face dos grandiosos serviços que tem prestado à vida e dignidade humana. Um orgulho para Milagres, assim como para todo o Cariri.

Hoje a ex-artista do circo mambembe do Fuxico, encontra-se bem de saúde e de espírito. Ao ponto de nós receber com um sorriso quase angelical estampado no rosto encimado por seus fartos cabelos brancos. Aos 82 anos Lurdes agora mais parece uma criança feliz e mimada é por todos os que compõem aquela casa de repouso. Onde, inclusive é chamada carinhosamente de Lurdinha e de Lulu. É a alegria daquele lar, tamanha é a sua simpatia e comportamento, assegura a diretora do lugar.

Por mais de uma hora nossa equipe conversou com Dona Lurdes, que prontamente respondeu todas as perguntas ao gravador. Sua memória, malgrado o peso da idade, está prodigiosa. Ao ponto de falar de alguns acontecimentos da sua vida nos mínimos detalhes, assim como de algumas personalidades aurorenses do seu tempo, a exemplo dos prefeitos: Seu Tonheta, Seu Anastácio, Teó Gonçalves, ainda de Moacir Pinto, Paulo Gonçalves, Dona Louzinha Quezado, Vicente Tavares dentre outros.
As possíveis falhas de memória foram diminutas para quem carrega nos ombros uma longa existências na sua maioria coberta de sofrimento e atribulações. Para ela, os irmãos Fuxico e Enoque ainda vivem em plena saúde. Jura inclusive, que ambos vez por outra vão lhe visitar no seu cantinho. De tão satisfeita, Lulu, até arriscou umas piadas no decorrer da nossa entrevista. Posou para as fotos e no final ainda nos agradeceu pela visita.
Disse que estava feliz e que não tinha nenhuma saudade dos tempos do circo. Segundo ela, por que não era fácil aquela vida de cigano de cidade em cidade. Havia muito sofrimento. Porém, reafirmou se ainda fosse nova(moça como ela diz) faria tudo de novo.Disse à reportagem, ser mãe de 11 filhos; fruto de três casamentos. Alguns dos seus rebentos, conforme afirmou, residem ainda hoje na zona rural de Missão Velha na estrada de Jamacaru.Cortez e sorridente, falou de alguns momentos especiais e trágicos da sua vida circense como o acidente fatal de um trapezista em Aurora, bem como da viagem que fez com o circo do Fuxico nos anos 70 durante quinze dias viajando de barco de Pedreiras a São Luiz no Maranhão. Ocasião em que um redemoinho de quatro horas destruiu todo o barco e o circo foi para o fundo do rio. Perderam todo o circo, os integrantes se salvaram por sorte e pelas graças de Deus e das suas orações, disse ela.
Dos seus 82 anos de idade quase três décadas e meia foram dedicadas ao picadeiro, que segundo ela, começara aos 5 anos, herança da sua mãe e do seu tio - os pioneiros. Era conhecida como ‘a baiana Lurdes’ seu nome de guerra. Foi dançarina, violonista, equilibrista, atriz, mágica, porteira e algumas vezes mestra de cena. Queria também ser trapezista, mas sua mãe a proibiu em face do perigo que representava.
O fim dos seus três casamento/relacionamentos a impulsionou ao alcoolismo e a vida de intermináveis boemias e andanças pelo mundo, sendo inclusive abandonada até hoje pelos familiares.
Há quase 13 anos vive no abrigo. Ainda não conseguira se aposentar dada a inexistências de todos os seus documentos pessoais extraviados nos seus anos de andanças perdidas pelo mundo afora.Afirma ter chegado à Aurora aos 5 anos de idade, tendo nascido no lugarejo de Carnaúba ou Pajeú das Flores, Estado de Pernambuco num ano que não lembra bem. Um local, segundo dizem, nunca encontrado pela direção do abrigo em que vive.Alimenta a vontade de qualquer dia desses visitar a sua Aurora. Uma terra que nunca esqueceu, como confidenciou a nossa reportagem. “Sou filha de Aurora, pois cheguei lá novinha, uma criança...”, explicou. Seu antigo jeito para o violão, disse com tristeza que de algum modo já esqueceu, posto que perdera muitas “posições” notas e antigas músicas. No abrigo, vez por outra, ainda ensaia seus antigos passos de dança, como nos velhos tempos. Anos atrás ainda chegou a tocar no abrigos.“Houve um tempo bom para quem vivia do circo”, disse ela. “Não era por ser meu irmão, mas não vi um palhaço nem um mestre de cena melhores do que Fuxico e Enoque”. “Enoque também pintava que era uma beleza...” disse ela sorrindo.Lurdes, ou Lulu como é carinhosamente chamada por todos está tão bem onde vive, que até está pintando. Um quadro bem colorido de arte abstrata enfeita a parede do vão de entrada do abrigo ao lado de outros trabalhos artesanais confeccionados por outras idosas da casa(ver foto acima).
Lurdes é hoje a última remanescente de uma família do Cariri que fez história dedicando parte considerável da sua vida à arte de fazer a alegria do povo sofrido dos sertões, numa época em que poucas, ou quase nenhuma, eram as atrações de entretenimento cultural, notadamente nos grotões nordestinos, aonde nenhuma tecnologia ainda chegara, nem mesmo as transmissões de rádio.“Por tudo isso, eu diria que Lurdes Pereira, é um patrimônio vivo não somente da arte circense cearense, mas, sobretudo de Aurora”, enfatizou José Cícero.
Não fosse o trabalho lindo, fantástico e abnegado da Sra. Maria Erivan, uma ex-freira, diretora da 'Casa Lar do Idoso', talvez não tivéssemos esta oportunidade histórica de estarmos conversando com nossa Lurdes Pereira, finalizou. “Aurora, assim como os deuses das artes haverão de agradecer a esta verdadeira heroína da caridade humana filha de Milagres e que também nos confessou ter raízes ancestrais na Aurora”, finalizou.
ABEMEL – Assoc. Beneficente Manduca e Letícia - Casa Lar do Idoso:
Além da maneira cortez e amigável com que fomos recebidos pelos que fazem o abrigo, especialmente a enfermeira Fernanda e a diretora D. Erivan é mister que se diga de toda a beleza e maravilha que constituem aquele lugar. E olha que chegamos de surpresa.

Não sabíamos sequer onde a Casa estava localizada.O ambiente respira uma paz incomensurável. A simplicidade do lugar ganha ares de grandiosidade justamente nos detalhes que encerra: Planejamento, organização, higiene, zelo, assim como todo o carinho do atendimento dedicado aos 13 idosos que ali vivem. Há uma felicidade explícita nos olhos como nos semblantes de todos os que indagamos. Além de Lurdes, também conhecemos uma outra paciente/moradora aurorense. Muitos dos que ali estão chamam o abrigo de céu. O adjetivo tem lá suas razões de ser, quando passamos a conhecer a residência e o projeto de perto.
Há ainda os serviços médicos especializados, além de terapia ocupacional, espaço para recreação, salão de festas, serviços de enfermagem 24 horas, seis refeições diárias com auxilio de nutricionista, assistentes sociais, voluntários etc.
Vale a pena conhecer todo o trabalho daquela entidade. E como só a caridade pode nos levar a verdadeira salvação... É imperioso que outras pessoas possam igualmente dá sua parcela de contribuição àquela verdadeira obra social, humanística e cristã.
SERVIÇOS:
ABEMEL: Rua: Santos Dumont, 166 Centro ao lado da igreja Matriz – Milagres-CE.
Da redação do Blog da Aurora e do JC

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Uma saudade do mestre cultural Cláudio Pereira*

Por José Cícero

Com o falecimento de Cláudio Pereira na madrugada da última quarta-feira dia 12 não apenas Fortaleza, mas todo o Ceará ficara mais pobre, sobretudo no que tange ao seu movimento artístico e cultural. Visto ter sido ele, durante toda sua vida um ativista e agitador cultural dos mais conceituados do Nordeste.
O velho Cláudio era cadeirante havia mais de três décadas em decorrência de um grave acidente automobilístico. Mas esta condição nunca o impossibilitou de fazer o que mais gostava: cultura, amizade, noitadas e boemia. Era, com todas as letras um cidadão do mundo que sempre se situou muito além do seu tempo.
Uma das figuras públicas e culturais das mais amadas e conhecidas da capital alencarina. Dono de uma inteligência prodigiosa, mas foi o seu carisma, esforço e bondade quem mais o tornara grande, principalmente pela imensa plêiade de amigos e, simpatizantes das suas idéias ante a ousadia da sua luta.
Morreu o homem. Um cidadão do bem. Um gigante que sempre travou o bom combate em favor do belo e da cultura do mundo em geral como a cearense em particular. Suas idéias eram quase sempre de um autêntico revolucionário por tudo que realizou, plantou, sonhou e vivenciou suas utopias. Cláudio Pereira um lutador. Um desprendido que abraçou a causa cultural do Ceará e da sua Fortaleza como quem ama com todas as suas forças e vive uma paixão ardente e imorredoura. Claudio Pereira – um ativista cultural de primeiríssima grandeza. Jardineiro cearense da beleza e das artes como sendo rosas plantadas e regadas com o suor do rosto e acariciadas com os calos das mãos.
Nunca estive com ele, frente a frente. Mas o lia quando via seus feitos pela imprensa na época que ocupara o cargo de presidente da Fundação Cultural de Fortaleza. Era eu um assíduo leitor do seu informativo semanal sendo inclusive, classificado em dois dos prêmios Literários organizados sob seus auspícios a frente da FCF, compondo, por conseguinte, em duas edições sucessivas as antologias poético-literárias do evento.
Agora com a sua partida, cresce em nossos corações de entusiastas do fazer cultural uma lacuna enorme, uma saudade eterna.
Se é verdade que as idéias nunca morrem nem sucumbem por completo, diria que o velho Pereira continuará para o todo e sempre entre nós. Viva Cláudio Pereira; um homem íntegro e diferente de pura exceção...

(*) Prof. José Cícero

Pesquisador, Escritor e Poeta.

Secretário de Cultura - Aurora/CE.

Leia mais em:

www.aurora.ce.gov.br

www..jcaurora.blogspot.com

www.blodaaurorajcblogspot.com

http://www.seculteaurora.blogspot.com/

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Calistênio: Um escultor que muito dignifica o nome de AURORA

Por José Cícero






Rol das Esculturas(peças) e imagens de Calistênio Com o sec. José Cícero e Cid Gomes
O município de Aurora é por excelência um dos mais importantes celeiros de artistas do Cariri cearense, senão o mais destacado em alguns setores da arte popular contemporânea, a exemplo dos seus violeiros e escultores; só para citarmos alguns.
Neste último gênero, ou seja, o da escultura em madeira, há que se destacar um grande número de jovens artistas espalhados por diversas localidades aurorenses, desde a sede à zona rural. Dentre os quais podemos evidenciar o grande talento do jovem Fco. De Assis Bezerra de Sousa – mais conhecido pela alcunha de Calistênio, residente no sítio Angico a cerca de 6 km da cidade.
Com apenas 21 anos de idade, dos quais 8 foram inteiramente dedicados à arte da madeira, Calistênio já coleciona alguns títulos de reconhecimento público pelo seu trabalho.
Já tendo inclusive exposto suas obras em Fortaleza, Juazeiro do Norte, Brasília entre outras cidades. Mesmo com o pouco tempo de estrada seu talento já conquistara uma legião de admiradores até fora do país, como é o caso da ‘Convida populas Arts Of the Americas’ – um entidade norte americana voltada para a arte que anos atrás(2006) concedeu-lhe uma bela homenagem através de certificado que o mesmo mantêm emoldurado na parede. Uma evidência de que a sua arte e talento começa a romper fronteiras.
Tendo começado esculpir aos 13 anos, Calistênio afirma já ter produzido aproximadamente 700 peças na sua maioria vendidas para fora do Ceará.
Já fora convidada pelo senador Inácio Arruda, ao lado de Cizin outro escultor de Aurora, para expôs suas obras no salão nobre do senado federal.
Mesmo já tendo produzido tantas peças, até hoje recorda da sua primeira, aquela que lhe marcara para sempre – Um pescador-lenhador que mantinha em uma das mãos segurava a tarrafa e com a outra uma foice.
Calistênio se diz um escultor do acaso, posto que começou a esculpir numa brincadeira, após ter presenciado o escultor Orlando d’Aurora em pleno ofício, isto é, na lida de dá forma a imburana – a madeira preferida de todos eles. A partir daquele instante decidiu testar seu trabalho num tronco rústica da velha imburana. O resultado surpreendeu a ele próprio. Depois daquela peça que ele chamou de obra do acaso, nunca mais parou.
Hoje Calistênio é um verdadeiro fenômeno na arte da escultura. Um talento dos mais admirados deste celeiro, que há muito tempo tem se transformado o município de Aurora.
Quase toda a produção de Calistênio agora está sendo adquirida por compra por um comerciante de arte, residente em Fortaleza, onde mantêm uma loja especializada neste gênero.
A Secretaria de Cultura de Aurora na sua exposição permanente sempre mantêm em destaque algumas obras de mais este expressivo artista da ribeira salgadiana.
Durante o 1º encontro nacional dos filhos e amigos de Aurora marcado para o dia 17 de julho, bem como para o Cariri-Cangaço em 21 de agosto eventos que serão realizados em Aurora, as obras de Calistênio estarão expostas para que todos possam conferir de perto toda a dimensão do seu talento.
LEIA MAIS EM:

Prefeitura de AURORA lança Revista com importantes ações da gestão municipal

A prefeitura de Aurora acaba de lançar a Revista “Olhares” que na sua 1ª edição traz entre outros assuntos uma prestação de contas acerca das obras e ações até agora empreendidas pela gestão “O povo construindo o novo”.Trata-se de um informativo direcionado à população, principalmente para os que desejam se informar sobre as diversas iniciativas que vêm sendo promovidas pelo prefeito Adailton Macêdo e o seu vice Antonio Landim, desde o princípio do mandato.Marcada por uma bela feição gráfica, a revista aborda também de forma concisa as várias realizações de todas as secretarias municipais com um acervo de belas imagens.A revista “olhares”, além de promover o incentivo à leitura também representa um importante canal de comunicação social entre a administração pública municipal e a municipalidade. É, por assim dizer, a democratização da informação por meio do jornalismo escrito.A revista, que foi lançada esta semana, por ocasião do dia internacional do trabalho, já se encontra à disposição dos leitores na sede da prefeitura, bem como nas demais secretarias do município. Vale a pena lê-la.


AURORA: Canteiro de Obras e em ritmo acelerado!


Em ritmo dos mais acelerados a prefeitura de Aurora vem finalizando a conclusão de várias obras importantes e de elevado valor social. Como exemplo é digno de nota, a construção do posto de Saúde do bairro Araçá, localizado no início da rua Cícero José do Nascimento nas proximidades da estação. Ainda, as obras de pavimentação em paralelepípedos da rua São Francisco uma das mais extensas do bairro e, que por sinal, uma das mais antigas reivindicações dos seus moradores.Na noite que marcou as festividades do dia do trabalho – 1º de maio, o prefeito Adailotn Macêdo, já havia lançado oficialmente a ordem de serviço para o início das obras de asfaltamento do bairro Araçá, que segundo informação da secretaria de obras, serão iniciadas nos próximos dias. Por tudo isso é que a população encontra-se bastante animada com a gestão atual, dado o volume de obras e ações já realizadas pela administração atual.Aurora em todo o seu contexto municipal vem se transformando num verdadeiro canteiro de obras. Basta ver a construção da Escola Técnica, da Agência do INSS, do Posto de Saúde, da delegacia dentre outras.


Leia mais em:
www.aurora.ce.gov.br
http://www.jcaurora.blogspot.com/
http://www.blodaaurorajc.blogspot.com/
WWW.seculteaurora.blogspot.com

Prefeitura de AURORA lança Revista com importantes ações da gestão municipal


A prefeitura de Aurora acaba de lançar a Revista “Olhares” que na sua 1ª edição traz entre outros assuntos uma prestação de contas acerca das obras e ações até agora empreendidas pela gestão “O povo construindo o novo”.Trata-se de um informativo direcionado à população, principalmente para os que desejam se informar sobre as diversas iniciativas que vêm sendo promovidas pelo prefeito Adailton Macêdo e o seu vice Antonio Landim, desde o princípio do mandato.Marcada por uma bela feição gráfica, a revista aborda também de forma concisa as várias realizações de todas as secretarias municipais com um acervo de belas imagens.A revista “olhares”, além de promover o incentivo à leitura também representa um importante canal de comunicação social entre a administração pública municipal e a municipalidade. É, por assim dizer, a democratização da informação por meio do jornalismo escrito.A revista, que foi lançada esta semana, por ocasião do dia internacional do trabalho, já se encontra à disposição dos leitores na sede da prefeitura, bem como nas demais secretarias do município. Vale a pena lê-la.

terça-feira, 4 de maio de 2010

Seculte-Aurora realiza encontros com vistas aos eventos da AFA e Cariri Cangaço no município

Na última sexta-feira, 30 representantes da Seculte-Aurora a frente o secretário José Cícero estiveram reunidos no sentido de discutir a participação de Aurora no Cariri Cangaço 2010.
Na oportunidade os representantes da Seculte reivindicaram junto a coordenação do evento que o cerne do movimento fosse realizado na cidade e abordando ""Os 80 anos da passagem de Lampião por Aurora tendo por pano de fundo o cerco da Ipueiras e o assassinato do coronel Isaías Arruda na antiga estação do trem.
A participação de Aurora ficará, portanto com dois eixos de discussão, a saber: Os 80 anos da passagem do rei do cangaço e seu bando por Aurora na sede do município, e Marica Macêdo - a brava sertaneja de Aurora no distrito de Tipi. O primeiro será proferido pelo próprio secretário de Cultura José Cícero, o segundo pelo Dr. Vicente landim de Macêdo.
O itinerário para a visitação da comitiva de pesquisadores e convidados do Cariri Cangaço seria: Estação Ferroviária(onde aconteceu o assassinato do Cel. Isaías Arruda - coiteiro de Lampião); As antigas minas do Coxá(fogo do Taveira); Fazenda Ipueiras(Isaías Arruda – Zé Cardoso), Sítio Ribeiro(local do confronto da volante com os cangaceiros), Cemitério da Bailarina(Sítio Carro quebrado/antas), Casarão do Cel. Xavier( de 1831 residência do fundados de Aurora); e antiga residência de Antonio Macêdo. Todas as reivindicações encetadas pela Seculte-Aurora como forma de sedimentar a adesão do município foram constadas em ata.
Reunião com representntes do Cariri-Cangaço na sec. de cultura
Logo após o encontro o secretário manteve contatos telefônicos com o prefeito Adailton Macêdo que se encontrava viajando no sentido de repassar as informações.
Os representantes da Associação dos filhos e amigos de Aurora(AFA) também participaram das discussões, dentre os quais Maciel, Regina, Maria Leite e Aurileide Campos, bem como os assesores da Seculte: Cícero Cosme, Ronaldo Santos, Erivan de Lavor e ainda a professora Cláudia Maria, Cícera Virgínia, João Paulo Santos, Ákila, Luiz Domingos dentre outros participantes. Dentre outros. Encontro à tarde com Cariri Cangaço e AFA na sede da Seculte-Aurora
Encontro de Domingo com Manoel Severo e outros representantes do Cariri Cangaço.
No domingo, dia 02 o secretário José Cícero em nome do prefeito, se reuniu com o coordenador do evento lampiônico Manoel Severo, na sede da Seculte ocasião em também estiveram presentes: a secretária de Cultura do Crato Daniela Esmeraldo, o pesquisador de Missão Velha Bosco André, Jussrara Macedo, e demais integrante da secretaria de cultura local. O objetivo do encontro foi finalizar as propostas e sugestões elencadas com vistas a participação de Aurora no evento lampiônico que ocorrerá no dia 21 de agosto, um sábado. A a desão oficial de Aurora ao evento ocorreu recentemente na capital através de um encontro entre o prefeito Adailton e Manoel Severo.
Ficou acertado com a coordenação que a abertura ocorrerá na cidade pela manhã logo após as visitas seguido da palestra sobre a presença de Lampião no município preferida pelo professor e secretário de Cultura José Cícero. Após o almoço a comitiva e demais convidados seguirão para o distrito do Tipi onde acontece a segunda palestra ministrada pelo Dr. Vicente Landim.
Bosco André, JC, Ronaldo Santos, Daniela, Severo e Jussara em reunião da Sedculte-Aurora
O evento:
O Cariri Cangaço é um movimento cultural promovido pelos integrantes da Sociedade Brasileira do estudo do Cangaço(SBEC) com sede na cidade de Mossoró-RN. Agora na sua 2ª edição o evento reunirá cerca de seis municípios: Crato, Juazeiro, Barbalha, Missão Velha, Aurora e Porteiras com mais de 50 pesquisadores renomados de mais de 10 estados brasileiros, sobretudo do Nordeste. O Cariri Cangaço 2010 acontece de 17 a 22 de agosto, sendo que em Aurora acontece dia 21.
Várias atrações já estão sendo articuladas pela secretaria de cultura local, como forma de abrilhantar mais este importante acontecimento sócio-cultural. “Vamos mobilizar toda a nossa equipe de trabalho, assim como todos aqueles que compõem a administração no sentido de fazermos deste evento uma grande amostra das nossas potencialidades artísticas e culturais
Que no seu conjunto mais geral integram o universo da nossa cultura popular. O que tem feito de Aurora um verdadeiro celeiro da arte e da cultura tradicional do Cariri oriental, enfatizou o secretário.
O Cariri Cangaço acontecerá em Aurora sob os auspícios da Prefeitura Municipal a frente o prefeito Adailton Macêdo a partir da adesão do seu município.
Profª Cláudia, J.Cícero, M.Severo, Daniele Esmeraldo e Jussara.