sábado, 26 de junho de 2010

Secretaria de Cultura de AURORA ultima preparativos para O Festal Junino 2010


A coordenação do II Festal Junino edição 2010 reuniu na tarde de sábado, 26 todos os representantes das quadrilhas juninas do município que participarão da disputa este ano. O encontro aconteceu na sede da Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto(Seculte) promotora do evento.
Estiveram presentes as representações de todos os grupos juninos da sede e dos distritos de Ingazeiras e Tipi. A principal pauta do encontro foi a realização do sorteio para definir na programação a ordem do desfile, que ficou definida da seguinte forma:
A primeira quadrilhas a pisar no palco da praça será “Filhos do Sertão”, seguido do “O canto do Sabiá”, “Chapéu de Palha” e encerrando com o “Arraiá do Pró-jovem”.
A abertura do Festal Junino se dará às 19 h com as quadrilhas: Arrasta-pé(Infantil), e Arraiá da 3ª idade(da sec. de Ação Social).
Após as apresentações acontece o show de forró com as atrações: Cicéu e banda na pisada do forró; a atração de Fortaleza Forró de Aço e encerrando o evento Geraldo Massa e Sousa Cobra.
1º Concurso as Cores do Hexa:
Durante a premiação das quadrilhas vencedoras, serão conhecidas e premiadas as ruas ganhadoras do concurso “As cores do Hexa”, competição criada pela Seculte no sentido de bonificar as duas ruas e avenidas de cada bairro e do centro da cidade mais bem enfeitadas com as cores da seleção brasileira.
Além das atrações musicais a ornamentação do local está sendo uma atração à parte, face a beleza de todo o cenário que está sendo preparado para receber os tradicionais festejos juninos de São Pedro.
Da Redação do Blog da Aurora

sexta-feira, 18 de junho de 2010

ARTIGO: Como vejo e Sinto a morte do escritor português José Saramago*

Por José Cícero
Os que amam a literatura como uma verdadeira sinergia cósmica ou por alguma razão particular conseguem fazer dela um lazer cotidiano, diria que poderão quase sempre sentir no mais profundo de si um arrebatador sentimento de tristeza e perda toda vez que morre um grande homem. Notadamente, quanto esta figura é um dos ícones mundiais no fazer literário.
Com o súbito desencarne do escritor português José Saramago não foi diferente. A notícia da morte do autor de O Evangelho Segundo Jesus Cristo; As Memórias do Covento; Ensaio sobre a cegueira dentre outas obras nesta sexta-feira(18) pegou-me de surpresa.
E uma tristeza profunda se abatera por sobre mim. Não sei ao certo, até que ponto, os outros conseguirão compreender esta sensação de estranhamento, principalmente nestes tempos ditos modernos em que os verdadeiros sentimentos humanistas ao que parece, não mais compõem o universo emocional da humanidade nos seus conceitos mais gerais. Tampouco, saberei como plasmar a sensação que tive por meio de palavras...
Todavia, é forçoso dizer, que para os verdadeiros cristãos(quer sejam modernos ou não), a perda de qualquer pessoa em qualquer parte do mundo, a princípio, tinha que ser lamentada. Isso não é exagero e, tampouco metáforas linguísticas. Esta assertiva serve-nos apenas para tentar demonstrar a priori a face humana e solidária na sua mais autêntica concretude. Ainda, como que papel este sentimento holístico e solidário poderia desempenhar na vida das pessoas, bem como nas suas relações sociais nesta época de tanto caos, miséria e contradições.
Mas, infelizmente, este sentimento é algo que, a cada dia que passa, parece cair no mais evidente desuso no nosso cotidiano. Como se a vida humana não expressasse, sequer, o mais reles dos valores terrenos.
Porém, direi que, ao meu juízo pelos menos as grandes figuras da humanidade ainda possam mexer com este antigo sentimento da solidariedade há muito presente na civilização humana.
De algum modo, a morte do grande literato português levou-me a tanger estas reflexões interiores quando me dispus a imaginar para comigo mesmo, o que poderia representar para os que são igualmente entusiastas da literatura, o desaparecimento do Saramago.
No fundo, este sentimento de tristeza foi mais incisivo do que qualquer palavra. A reflexão acerca do fatídico existencial foi mais lancinante do que qualquer pensamento psicológico acerca deste fato.
O fim material de José Saramago é uma dor a nos tocar a alma atnto quanto o espírito. Posto que a saudade é uma dor das mais incuráveis e que por sua vez, quase nunca aprendemos a conviver de bom grando com ela.
Nem o esquecimento será capaz de nos proteger de uma saudade ressabiada, de uma lembrança forte. Porque toda saudade a meu ver, é imorredoura e constante... Por isso nos fere e às vezes até nos maltrata. Até hoje, não sei ao certo se é bom ou ruim sentir saudade.
Foi assim. Está sendo assim com o falecimento do velho romancista lusitano. O único escritor de língua portuguesa que conseguira abiscoitar o difícil prêmio Nobel de literatura no ano de 1998.
Encarar de novo agora seus livros na minha estante foi algo que me pareceu estranho e diferente. Uma sensação sofrível e inusitada, carregada de lembranças, como se um dia quando os li, também tivesse dialogado com ele(Saramago) por entre as histórias marcantes dos seus romances antológicos e inesquecíveis.
Um escritor que viveu como pensou a sua vida inteira. Um rebelde das idéias e do pensamento revolucionário que o projetara muito além do seu tempo.
Um escritor que soubera como nenhum outro falar e expressar com as cores da verdade os sentimentos de todos as nações de língua portuguesa. Por isso foi e o será para sempre inconfundível e insuperável. Saranago agora é mais uma das minhas saudades....
Com a sua morte, aos 87 anos diríamos que não apenas os portugueses do mundo, mas o planeta inteira ficara mais pobre de expressão, sentimentalismo, poética e convicções.
O mundo ficara mais miserável naquilo que mais o elevaria: o conhecimento, como o caminho para o crescimento solidário e intelectual do gênero humano. Afinal, não será possível à civilização do agora e do futuro viver bem e harmonicamente, sem pensar e vivenciar as grandes idéias e pensamentos dos que conseguiram enxergar longe, como assim pensou extraordinariamente José Saramago. Sem ele, tudo fica mais caótico.
A vida fica muito mais sem graça e previsível. A mesmice das coisas e dos gestos tornam-se muito mais insuportáveis. As pessoas muito mais ranzinzas e a crença no futuro, uma hipótese terrificante e ilusória. Quem sabe um atributo apenas verificados nos que precipitadamente a sociedade convencionou chamar de loucos... Como o verdadeiro mau da civiliação.
Enfim, sem José Saramago, ficamos como que solitários e vazios de nós mesmos, justamente naquilo que mais nos impulsiona a seguir em frente, na busca de um mundo melhor e diferente: a capacidade de sonhar e de acreditar nas nossas utopias. A motivação de sermos felizes.
Mas, malgrado a realidade da perda, ainda é possível acreditarmos pelos menos na certeza de que as idéias de Saramago ainda permanecerão alimentando pelos anos afora, as cabeças e os corações de muitos que, como ele, possuem a mente aberta para aceitar o novo, o diferente, o que nem sempre pode ser normal.
Viva Saramago! Porque Saramago viverá para sempre nos que nunca perderão a capacidade de sonhar, se indignar, ousar e ser feliz.
Afinal de contas, nunca se mata uma idéia, tão somente porque as boas idéias permanecem para sempre.
(*) José Cíero -
Escritor, Pesquisador e Poeta
Secretário de Cultura
Aurora - CE.
LEIA mais em:

sábado, 12 de junho de 2010

POESIA: Hoje é o Dia dos Namorados!...

Por José Cícero Hoje é o dia dos namorados.
Uma data em louvor aos que amam e são felizes.
Uma comemoração aos que, embriagados de amor e de paixão,
ajudam com seu entusiasmo alvissareiro
amenizar as tristezas e as agruras dos que vivem amargurados
diante de toda solidão do mundo.
Hoje é o dia dos namorados.
Um pacto selado entre os que juram sempre
dá e receber um amor profundo.
Uma louvação à vida em toda sua alegria e plenitude.
Uma amálgama de almas gêmeas a pulular o universo.
no mais autêntico estado de espírito.
Um ato da mais pura cumplicidade entre mortais.
Concreta confiança da palavra e da grandeza da ação
em favor do gesto e dos amores.
Hoje é o dia dedicado aos namorados.
Uma oportunidade sincera conferida ao afeto,
à troca dos carinhos e a leveza dos corações que são sinceros.
Pleno lirismo, beijo ardente, abraço estreito, sorriso largo...
Afago, desejos e, amiúde, confidências de segredos.
Hoje é o dia dos namorados.
Uma procura a dois; busca incessante da felicidade
dividida também nos sonhos e nas utopias mais extravagantes.
Uma caminhada íngreme, nunca mais solitária...
Paixão avassaladora. Pela esperança festejada.
Momento de encantamento quase ingênuo.
Pleno gozo. Extremo êxtase dos sentidos.
Sentimentalismo dos que se adoram e se completam.
Tênues palavras que confortam e aliviam as dores.
Dos que se doam, se entregam além de si mesmos
ante a dádiva de todo amor que existe.
Hoje é o dia dos namorados.
Um brinde à paixão mais quente.
A entrega em nome do encontro.
Instante eterno, certo e errante
de lucidez, loucura e de sabedoria.
Grandeza e aventura dos que esperam
um futuro de felicidade,
construída e compartilhada cotidianamente com o outro.
Quase como se fosse um sacrifício,
uma oferenda. Um passo de dança...
Uma promessa duradoura
em nome do amor maior que existe
Para toda vida e para sempre.
Porque hoje é o dia dos namorados.
Um marco. Um momento em que se eleva
além de tudo, todo sonho que existe.
Puro romantismo à moda antiga
que o mundo todo alimenta e necessita
no claro-escuro dos beijos
nos afagos, nas carícias e nos amassos
para desse jeito único
tentar ser feliz
sobreviver a si mesmo.
Mesmo que ninguém mais possa acreditar
nesta possibilidade.
Segue tentando...
Assim como todos os namorados do mundo
que se amam pela vida afora
eternamente...
(*) José Cícero
Secretário de Cultura
Aurora-CE.
LEIA MAIS E:

http://www.jcaaurora.blogspot.com/
http://www.blogdaaurorajc.blogspot.com/
http://www.aurora.ce.gov.br/
http://www.seculteaurora.blogspot.com/

sexta-feira, 11 de junho de 2010

OBITUÁRIO DA SAUDADE...


Num clima de muita comoção, aconteceu na tarde-noite da última quinta-feira (10) em Aurora os sepultamentos do Sr. Antonio Camila e da Sra. Marinêz de Oliveira Pereira(Inêz), conhecidos moradores do bairro Araçá, por sinal, bastante estimados por toda comunidade.
Morando praticamente vizinhos(rua Pe. Cícero e São Francisco) os mesmos por pura coincidência do destino faleceram praticamente no mesmo dia depois de serem hospitalizados. O primeiro com sérias complicações de saúde, decorrentes de diabetes e problemas renais, a segunda, em face de um repentino problema de AVC.
Uma grande multidão compareceu ao féretro de ambos os falecidos para prestar suas últimas homenagens e, logo após a missa de corpo presente na igreja matriz foram sepultados no cemitério de Aurora.
Recentemente também falecera neste município D. Raimunda Filó, pessoa igualmente bastante conhecida no bairro Araçá.
NR. Nossas sinceras condolências e pêsames aos familiares de ambos os falecidos. E que repousem em paz ao lado do pai – o magnânimo criador da vida e de tudo o mais que existe.
Concurso “As cores do Hexa”, está sendo bem recebido pela população, diz secretário.Tendo em vista a boa participação da população, notadamente a juventude, no quer tange ao número de inscrições para o concurso da Copa 2010, intitulado “As cores do Hexa”, a secretaria de Cultura, Turismo e Esporte de Aurora decidiu prorrogar a data da inscrição até o dia 14 de junho.
O concurso tem como meta eleger as duas ruas, logradouros ou avenidas mais bem enfeitadas de cada bairro, bem como do centro da cidade, exceção apenas da avenida Antonio Ricardo com as cores do Brasil.
A Prefeitura, através da Seculte premiará os vencedores em solenidade pública marcada para a praça Pe. Cícero ao lado da estação com uma premiação em dinheiro. Sendo, 250(duzentos e cinqüenta reais) para o 1º lugar e 200,00(duzentos reais) para o 2º colocado, de cada localidade sede.
A iniciativa visa ainda aumentar o entusiasmo e a confiança da torcida aurorense em relação a conquista do hexacampeonato pela seleção canarinho nos gramados da África do Sul, explicou o secretário José Cícero a nossa reportagem. Uma idéia que também foi abraçada pelo prefeito Adailton Macedo, que vem dispensando um apóio fundamental para que possamos tocar em frente as nossas propostas nas áreas da Cultura e do esporte, finalizou.
Segunda edição do Festal Junino de Aurora já está sendo ultimado pela Seculte.
Funcionários da Seculte-Aurora trabalham em ritmo acelerado com as atenções voltadas para a finalização do cenário para a 2ª edição do Festal Junino-2010.
D
epois do árduo trabalho de pintura e ornamentação da cidade para os jogos da Copa do Mundo, os funcionários da Seculte prosseguem em ritmo acelerado com os esforço no sentido da confecção dos enfeites e afins, com vistas a preparação do espaço para a 2ª edição do Festal Junino-2010: Festival Municipal de Quadrilhas Juninas. O evento está sendo previsto para acontecer no dia 29 de junho, noite de São Pedro, uma terça-feira.
Vários grupos de quadrilhas já está finalizando os trabalhos de ensaio e treinamento no sentido da participação em mais um festival da Seculte.
A expectativa é de que o Festal deste ano possa efetivamente superar o evento do ano anterior, razão pela qual a secretaria de Cultura, assim como a prefeitura estão concentrando esforços para que às tradicionais comemorações juninas de Aurora sejam como foi em 2009, isto é, um estrondoso sucesso, enfatizou a coordenação.
Da Redação:


segunda-feira, 7 de junho de 2010

Copa do Mundo 2010: Secretaria de ESPORTE e CULTURA realiza Concurso “As Cores do Hexa” nas ruas de Aurora.

Já em ritmo de copa do mudo a Prefeitura de Aurora por meio da sua Secretaria de Esporte e Cultura abriu inscrições para o Concurso “As Cores do Hexa”, quando serão premiadas as duas ruas do centro da cidade e dos bairros mais bem enfeitadas com as cores do Brasil.
A premiação será em dinheiro sendo 250,00 (duzentos e cinqüenta reais) para a 1ª colocada e 200,00(duzentos reais) para a 2ª colocada. Os ganhadores serão conhecidos em ato público momentos antes do segundo jogo da Seleção Brasileira na copa.
As inscrições estão abertas gratuitamente na sede da Seculte-Aurora localizada na avenida Antonio Ricando na praça da estação. Cada rua participante deverá ter um coordenador responsável e uma comissão.
A escolha será feita por uma comissão da Seculte composta por cincos membros. “ Vamos colorir a nossa cidade de uma ponta a outra de verde e amarelo. Um claro sinal da nossa confiança no hexa campeonato inédito para a seleção canarinho”, disse o secretário José Cícero.
Nesta terça-feira, a equipe da Seculte concluirão a ornamentação da Copa na avenida Antonio Ricardo no centro da cidade e, em seguida para as festividades juninas quando o município viverá a 2ª edição do Festal Junino – Festival de Quadrilhas Juninas de Aurora, que acontece dia 29 na praça Santos Dumond no bairro Araçá com atrações surpresas.
Toda a população desde já, está sendo convidada para as festividades da Copa assim como do Festal Junino-2010, disse.
O prefeito Adailton Macedo além confiante no hexa para o Brasil também vem dando total apoio a esta iniciativa a secretaria de esporte e cultura do seu município. Um tabelinha da Copa 2010 também está sendo lançada para assinalar o lançanento do concurso de rua com a temática.
LEIA MAIS EM:

domingo, 6 de junho de 2010

Assassinato ecológico e o Dia do Meio Ambiente

por Kelly de Souza

Enquanto as ações da companhia petrolífera British Petroleum despencam (esta semana caíram 15% na bolsa de Londres, a maior queda desde 1992) o mundo assiste perplexo, há mais de 40 dias, 80 milhões de litros de combustível fóssil serem derramados no Golfo do México (de 40 a 70 mil litros por dia), no maior acidente ecológico da história da América do Norte. Não há boas notícias nas tentativas de fechar o vazamento, pelo contrário, as informações que chegam é que a próxima tentativa é tão arriscada que a liberação de petróleo pode aumentar. No próximo sábado, dia 5 de junho, comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente.
Enquanto alguns podem lavrar discursos lembrando a data, o mundo ambientalista continuará atônito com as possibilidades de o vazamento durar ainda meses, ou anos, gerando um estrago ambiental de proporções inimagináveis para as próximas gerações. Quiçá em 2011, no Dia Mundial do Meio Ambiente, ainda estejamos vendo a cena abaixo sem solução (há petróleo no local para continuar jorrando por décadas).
A bem da verdade não a nada o que comemorar no dia do Meio Ambiente, só a lamentar. Essa é a conclusão, triste. Com toda a tecnologia que dispomos, com todo o potencial que a humanidade adicionou no portfólio de exploração de petróleo ainda somos reféns de uma pífia explosão (para os padrões da hecatombe) numa plataforma marítima. O fato simples é que o homem não sabe o que fazer com o vazamento, e a melhor das notícias indica que “talvez até agosto o problema possa ser resolvido”.
Mais de 100 quilômetros de litoral do Estado da Louisiana já estão totalmente atingidos com consequências sobre o ecossistema que sequer podem ainda ser mensuradas. Uma câmera (ou várias) filma o vazamento em tempo real, mostrando aquela “boca demoníaca” purgando milhares de litros de óleo cru a cada minuto. Para o próximo dia mundial do meio ambiente deixo as imagens abaixo para que governantes, cientistas, lideranças, e todos os demais exploradores oportunistas da natureza cravem na mente com letras de petróleo essa brutalidade inominável. Não se trata de um “acidente ecológico”. Poupem-nos dos sofismas. É assassinato ecológico, nada mais que isso.
Enquanto as ações da companhia petrolífera British Petroleum despencam (esta semana caíram 15% na bolsa de Londres, a maior queda desde 1992) o mundo assiste perplexo, há mais de 40 dias, 80 milhões de litros de combustível fóssil serem derramados no Golfo do México (de 40 a 70 mil litros por dia), no maior acidente ecológico da história da América do Norte. Não há boas notícias nas tentativas de fechar o vazamento, pelo contrário, as informações que chegam é que a próxima tentativa é tão arriscada que a liberação de petróleo pode aumentar. No próximo sábado, dia 5 de junho, comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente.
Enquanto alguns podem lavrar discursos lembrando a data, o mundo ambientalista continuará atônito com as possibilidades de o vazamento durar ainda meses, ou anos, gerando um estrago ambiental de proporções inimagináveis para as próximas gerações. Quiçá em 2011, no Dia Mundial do Meio Ambiente, ainda estejamos vendo a cena abaixo sem solução (há petróleo no local para continuar jorrando por décadas).
A bem da verdade não a nada o que comemorar no dia do Meio Ambiente, só a lamentar. Essa é a conclusão, triste. Com toda a tecnologia que dispomos, com todo o potencial que a humanidade adicionou no portfólio de exploração de petróleo ainda somos reféns de uma pífia explosão (para os padrões da hecatombe) numa plataforma marítima. O fato simples é que o homem não sabe o que fazer com o vazamento, e a melhor das notícias indica que “talvez até agosto o problema possa ser resolvido”.
Mais de 100 quilômetros de litoral do Estado da Louisiana já estão totalmente atingidos com consequências sobre o ecossistema que sequer podem ainda ser mensuradas. Uma câmera (ou várias) filma o vazamento em tempo real, mostrando aquela “boca demoníaca” purgando milhares de litros de óleo cru a cada minuto. Para o próximo dia mundial do meio ambiente deixo as imagens abaixo para que governantes, cientistas, lideranças, e todos os demais exploradores oportunistas da natureza cravem na mente com letras de petróleo essa brutalidade inominável. Não se trata de um “acidente ecológico”. Poupem-nos dos sofismas. É assassinato ecológico, nada mais que isso.
Fonte: http://cultura.updateordie.com

LEIA MAIS EM:

www.jcaurora.blogspot.com
www.blogdaaurorajc.blogspot.com
www.aurora.ce.gov.br
ww.seculteaurora.blogspot.com

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Seculte-Aurora realiza ornamentação de rua para receber procissão de Corpus Christi

Da Redação:






Painéis e desenhos feitos ao longo da avenida Antonio Ricardo pelos funcionários da Seculte
Com a celebração da tradicional nissa do Cristo na igreja matriz do Senhor Menino Deus, oficiada pelo padre Josias, a comunidade católica de Aurora participou ativamente na tarde desta quinta-feira(3) das comemorações alusivas ao dia de “Corpus Christi. Uma verdadeira multidão de devotos e fiéis compareceram à matriz do Senhor Menino Deus, quando após a missa saíram em procissão pelas principais ruas de Aurora.
O ponto alto da programação ficou por conta da grande procissão que este ano percorreu a avenida Antonio Ricardo, a rua 7 de setembro e Sebastião Alves, centro e praça da matriz.
Funcionários da Secretaria de Cultura ornamentam avenida para procissão:
Com vistas a receber tão importante acontecimento, funcionários da Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte(Seculte) do município mais uma vez não mediram esforços diante dos trabalhos de ornamentação e pintura da Avenida Antonio Ricardo no centro da cidade. Tudo no sentido de cumprir com a antiga tradição religiosa, quando os devotos aurorense enfeitam janelas, calçadas e varandas das suas residência para festejar a passagem da procissão do Corpus Christi.
Para dá forma artística aos vários desenhos de cunho religiosos formados no meio da avenida o pessoal da Seculte caprichou este ano no material utilizado para a decoração. Como sendo: tintas, bexigas, cal, serragem, folhas, flores e casca de arroz. O que resultou num extenso painel de imagens diversas espalhadas como um tapete ao longo da avenida principal.
Moradores da rua 7 de setembro também dedicaram boa parte do dia na decoração daquela importante artéria. Neste feriado de Corpus Christi a comunidade católica aurorense manteve a tradição no que tange a decoração das ruas e enfeites das suas residências à espera da grande procissão.
A estátua do padre Cícero localizada ao lado da antiga estação ferroviária também recebeu uma belíssima decoração, visto ser um dos pontos de parada para a procissão.
LEIA MAIS EM:








quarta-feira, 2 de junho de 2010

Cariri Cangaço: Lançamento de DVD reúne confraria de participantes e admiradores no centro cultural do Crato







Entusiastas, admiradores, artistas, intelectuais, autoridades regionais, assim como uma gama de estudiosos da temática lampiônica estiveram reunidos na noite desta terça-feira, dia 1º no teatro do Centro Cultural do Araripe (antiga estação ferroviária) do Crato prestigiando o ato de lançamento do DVD da 1ª edição do Cariri-cangaço/2009.
Numa solenidade bem organizada e de puro bom gosto, os articuladores do Cariri Cangaço 2010 tendo a frente o seu curador Manoel Severo e a secretária de Cultura local, Danielle Esmeraldo, anfitrião da noite - fizeram da iniciativa um verdadeiro congraçamento em torno da história do cangaço nas paragens nordestinas, em especial, no Cariri cearense. O tema do lançamento foi – 'Lampião no Ceará: Verdades e mentiras'.
Além dos prefeitos de Crato Samuel Araripe e de Aurora Adailton Macedo, representantes dos cinco municípios participantes: Crato, Juazeiro, Barbalha, Missão Velha e Aurora, como também de todas as entidades parceiras, tais como, URCA, ICVC, ICC, Pró Memória e SBEC prestigiaram mais um belo acontecimento proporcionado pelo Cariri Cangaço.
Agora em sua segunda edição, o evento a que tudo indica, se transformará de vez no mais importante e grandioso acontecimento relacionado ao Cangaço. Este ano, conforme os organizadores, o Cariri Cangaço será simplesmente um recorde, a começar pelo número de pesquisadores que já confirmaram presença, além dos municípios envolvidos, entidades parceiras, além da abrangência e da magnitude dos assuntos que serão debatidos por diversos conferencistas e especialistas convidados.
Imagens de bastidores, depoimentos e outros fragmentos de filmagens da primeira edição do Cariri Cangaço foram algumas das matérias exibidas na tela dando a exata dimensão do que foi o evento e sua repercussão junto a comunidade acadêmica, científica assim como junto a opinião pública de um modo geral.
Além do DVD principal de lançamento o kid-Cangaço incluirá ainda, um box com 16 outros DVDs, contendo na íntegra tudo o mais que ocorreu no Cariri Cangaço. O material dentre em breve estará disponível para os interessados, disse a curadoria do evento.
Todos os que usaram a tribuna destacaram a imensa importância do Cariri Cangaço, bem como da sua grandiosidade em torna da temática de Lampião, o cangaço e outros temas palpitantes, considerados fundamentais para a compreensão da história e da sociologia nordestina, sertaneja e caririense.
“O Cariri Cangaço representa, por assim dizer, a vitória da memória contra o esquecimento de um dos temas mais significativos do Brasil e do Nordeste em particular”, disse o secretário de Cultura de Aurora, José Cícero. O Cariri Cangaço abre um espaço importante para que possamos realçar a verdadeira história escrita pelos oprimidos, num contraponto com as grandes mentiras da história oficial, escrita pelos vencedores, completou.
Por outro lado, a Secretária de Cultura, Esporte de Juventude do Crato, Danielle Esmeraldo, destacou a importância do evento para a região. Manoel Severo por sua vez, ressaltou que o evento "Cariri Cangaço" em pouco tempo, deixou de ser apenas de natureza regional, para se tornar um dos maiores eventos culturais do Nordeste, sobretudo pela participação dos maiores pesquisadores do Brasil e do Mundo atraindo os olhares do Brasil para a região.



Por tudo que vem propondo e realizando, o Cariri Cangaço já é uma referência para todos os que de algum modo demostram interesse em conhecer, estudar, interpretar e reescrever a verdadeira saga do povo sertanejo, de onde não se pode eximir fenômenos como o do cangaço, a religiosidade, o caldeirão do deserto, o coronelismo, a fome, o messianismo dentre outras causuísticas dos grotões do mundo sertanejo, disse o secretário aurorense a este blog.
O ato de lançamento contou ainda com a participação especial do grupo musical crateto e de uma belíssima exposição histórico-fotográfica do Crato e obras artesanais.
Da Redação: